ANO: 25 | Nº: 6381
06/09/2018 Segurança

Operação Beabá prende dois acusados por receptação de objetos furtados de escolas

Foto: Marcelo Rodriguez Barboza/ Especial JM

Ação teve a coordenação da 2ª Delegacia de Polícia Civil
Ação teve a coordenação da 2ª Delegacia de Polícia Civil

Na manhã de ontem, a 2ª Delegacia de Polícia Civil de Bagé, com apoio da 1ª DP e da Delegacia de Aceguá, deflagrou a Operação Beabá, que visa recuperar objetos furtados de estabelecimentos de ensino. Os agentes cumpriram cinco mandados de busca e apreensão, nos bairros Balança e Santa Flora, e prenderam Tatiane Centena Barreto, de 31 anos, e Everaldo Teixeira Ferreira, de 21 anos, acusados de receptação. O casal teve arbitrada fiança de R$ 2 mil e, em razão do não pagamento, após os trâmites legais, os presos foram encaminhados ao Presídio Regional de Bagé (PRB).

Segundo os agentes, vários objetos provenientes de furto de escolas foram reconhecidos pelas vítimas e restituídos. Dentre eles, um portão de ferro, medindo 2,10 x 1,30 metros, o qual foi furtado na noite de terça-feira, da Escola Estadual Luiz Maria Ferraz (Ciep).

Conforme o chefe do setor de investigação da 2ª DP, Júlio Eduardo Ramos, a ação foi positiva. “Há muito tempo as escolas sofrem com estes tipos de crime. Com as investigações, conseguimos chegar aos receptadores e também recuperar diversos objetos. Esta operação é um alerta para todos que cometem crimes contra a comunidade. A polícia está alerta”, disse.

Ramos também ressaltou que, além dos objetos das escolas, também foram recuperados itens de outros furtos. “Iremos realizar outras ações deste tipo, pois estes crimes ferem além dos alunos, mas toda comunidade”, comentou. Segundo divulgado, foram encontrados, em três diferentes residências, objetos como sofás, bancos, aparelhos de som, três televisões, cortador de grama, cadeiras, aparelho de celular, portão e fios de eletricidade.

A direção do Ciep, alvo de pelo menos dez ataques desde o final do ano passado, já recebeu alguns objetos que foram furtados do local. “Ainda há outros objetos desta escola que não foram recuperados nesta ação, mas em breve estaremos realizando mais operações para encontrá-los e punir os responsáveis”, salientou Ramos.
Ele também informou que, a partir da próxima segunda-feira, proprietários que reconhecerem os objetos recuperados durante a ação podem comparecer na 2ª Delegacia de Polícia Civil, na rua Bento Gonçalves, para serem restituídos. “Para recuperar o seu objeto, o proprietário deverá levar uma nota fiscal do mesmo para comprovação e então será ressarcido”, acrescentou.

Relembre os fatos

No dia 1º de agosto deste ano, alunos, funcionários e professores da Escola Estadual Luiz Maria Ferraz (Ciep) fizeram uma manifestação para assinalar a sequência de furtos, arrombamentos e atos de vandalismo que estão ocorrendo contra a instituição desde o final do ano passado. Na escola há cerca 850 alunos e as aulas ocorrem em três períodos: manhã, tarde e noite.

Na noite de terça-feira, novamente a Escola Ciep havia sido alvo de furtos, quando um portão foi levado e encontrado em uma das casas onde foram cumpridos os mandados. Na rede social da instituição, a comunidade clamava por ações eficientes e obteve uma resposta da Polícia Civil na manhã de ontem.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...