ANO: 24 | Nº: 6058
15/09/2018 Cidade

Pão francês deve sofrer suba nos próximos dias

Foto: Tiago Rolim de Moura

O preço do tradicional pãozinho francês que acompanha o café da manhã dos brasileiros vai ficar mais salgado nos próximos dias. A suba se deve ao aumento dos valores das matérias-primas, como o trigo. Até mesmo o aumento no valor do gás deve refletir no bolso dos consumidores em busca do acompanhamento do café.
Os produtos preparados à base de trigo, como massas alimentícias, pães e biscoitos vem apresentando aumento crescente desde julho. Até o momento, o índice de aumento já atingiu 10%, segundo estimativas de entidades que representam a indústria do setor no País. Em Bagé, os valores ainda estão sendo mantidos, mas a diferença no preço da matéria-prima deve ser repassada aos consumidores em breve.
Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Bagé (Sindilojas), Nerildo Lacerda, que também é empresário do setor de panificação, explica que ainda não houve nenhuma orientação do sindicato de representação do segmento. Contudo, a diferença de valores é grande demais para que os empresários absorvam sozinhos. "Toda a matéria-prima sofreu aumento. É uma diferença que, infelizmente, vamos ter que repassar aos consumidores. Ainda estamos com o valor normal, mas a alteração deve acontecer nos próximos dias", destaca.
Já a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip) para o setor de padarias, a oscilação no preço do trigo, apesar de importante, não é a principal preocupação no momento e não orientou o repasse de nenhum tipo de aumento de preço ao consumidor final, jogando a decisão cabe exclusivamente aos donos de padaria.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...