ANO: 25 | Nº: 6282
15/09/2018 Cidade

Secretaria de Saúde anuncia vacinação contra HPV

A Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência anunciou, ontem, que promoverá, neste mês, uma campanha de vacinação de crianças e jovens que estão dentro da idade em que a imunização de combate ao HPV é destinada.

A vacina contra o HPV faz parte do calendário vacinal, sendo gratuito para meninas de nove a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, que devem ser realizadas duas vezes, com intervalo de seis meses entre as doses. O HPV é um vírus que atinge a pele e as mucosas, podendo causar verrugas ou lesões percursoras de câncer, como o de colo de útero, garganta ou ânus. O nome consiste em uma sigla inglesa para "Papiloma vírus humano" e cada tipo de HPV pode causar verrugas em diferentes partes do corpo.

Para saber o número de jovens a receberem as vacinas, a Secretaria realizou visitas em todas as escolas da cidade (municipais, estaduais e particulares), ao longo da semana, divulgando o calendário para a aplicação, que será de duas semanas, entre os dias 17 e 28 deste mês. De acordo com coordenadora do Setor de Imunização, Tatiana Miranda, a vacina será disponibilizada nas escolas e nos postos de saúde. "Os pais podem autorizar que os filhos recebam a dose na instituição de ensino em que estudam ou no posto mais próximo", explicou.

Indica-se, também, que as mulheres realizem, regularmente, exame de papanicolau para verificar possíveis lesões precursoras do câncer de colo de útero.

Contágio
A transmissão ocorre por contato direto com a pele ou a mucosa infectada, não necessariamente apenas por relação sexual. Também pode ser transmitido de mãe para filho durante o parto. A vacina contra o HPV previne quatro tipos de vírus.
Tomar a vacina contra o HPV, usar camisinha em todo contato íntimo, não compartilhar roupa íntima e cada pessoa deve usar a própria toalha de banho são formas de prevenir o contágio.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...