ANO: 25 | Nº: 6236
15/09/2018 Cidade

Shopping Bagé não tem previsão para sair do papel

Foto: Tiago Rolim de Moura

Intenção é instalar estrutura nas proximidades da Unipampa
Intenção é instalar estrutura nas proximidades da Unipampa

Com projeto arquitetônico aprovado pelo Executivo Municipal a construção do Shopping Bagé ainda é um sonho distante. Isso porque o Conselho Shopping 45 Consultores, responsável pela obra, ainda busca novos investidores para o empreendimento.

O sócio-proprietário da obra, Jorge Silveira, explica que o processo de instalação do shopping segue em duas frentes: a primeira é a confirmação de mais algumas lojas estruturais (âncoras e lojas fortes), além das que já confirmaram interesse. "Essa questão é importante para viabilizar a parte comercial e de retorno às necessidades da região", explica.

A segunda frente de trabalho, segundo Silveira, é a finalização da captação financeira (funding) com parceiros, investidores e fundos, para fazer frente aos investimentos ainda faltantes para completar os recursos necessários à construção do empreendimento. "Com certeza, nesse período político de eleições e de incertezas econômicas no mercado, a situação ainda deve demorar um pouco para ser equacionada, após o jogo político e o mercado de acomodarem a uma nova realidade, ainda desconhecida. Creio que todo esse cenário deverá estar melhor delineado no início do próximo ano", adianta.

Com essa parte vencida, a próxima etapa é de avaliação dos projetos complementares (projeto hidrossanitário e Plano de Prevenção e Combate à Incêndio) e cronograma físico-financeiro da obra.

O projeto prevê a construção de 25 mil metros quadrados, próximo à Unipampa, com investimento de R$ 80 milhões com tempo estimado de 20 meses de obras. Após iniciar a operação, deve gerar 1,5 mil empregos diretos nas 123 lojas do complexo, com duas lojas-âncora, supermercado e empresas do ramo da alimentação.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...