ANO: 25 | Nº: 6382
17/09/2018 Cidade

Federação de Associações Comunitárias apresenta projeto de autossustentabilidade para entidades

Foto: Tiago Rolim de Moura

Pereira apresentou a proposta
Pereira apresentou a proposta

 

A União Bajeense de Associações de Moradores (Ubam) realizou, no final de semana, uma programação para comemorar os 34 anos de fundação. A atividade contou com uma palestra do presidente da Federação Riograndense de Associação de Comunitárias (Fracab), Arnóbio Mulet Pereira, e um almoço de confraternização.
Pereira, que assumiu a entidade em maio, salientou que o movimento comunitário está com dificuldades de se manter. Ele explicou que o seguimento reúne várias representações da sociedade, e é diferente do sindical, que representa uma categoria.
Para manter a força do movimento, a Federação está lançando um projeto de autossustentabilidade, em que os participantes se associam como contribuintes e, com isso, recebem várias vantagens. “Iremos oferecer convênios, assessoria contábil e jurídica. A ideia é montar um Banco Popular para os sócios”, disse.
Segundo o presidente , os líderes comunitários trabalham gratuitamente para o bairro que representam, e, muitas vezes, precisam colocar verbas do bolso para poderem levar as demandas para a prefeitura. “Eles brigam pelos direitos e, muitas vezes, recebem críticas. Não é justo”, relata.


Ubam
Atualmente, a Ubam conta com 14 entidades regularizadas. É presidida por uma comissão provisória, encabeçada por João Carlos Pinto, até que consiga regularizar 17 associações de bairros para realizar eleição.
A entidade foi fundada no dia 13 de setembro de 1984, com a finalidade de representar a comunidade dos bairros junto ao poder público municipal. A Ubam já contou com 58 associações de bairros.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...