ANO: 25 | Nº: 6437
18/09/2018 Cidade

Atividade de encerramento do curso de História e Cultura Afro será na comunidade quilombola de Palmas

Foto: Divulgação

Iniciado no final de agosto, o curso "História e Cultura Afro-brasileira - Novos olhares, novas perspectivas" encerra as atividades com uma visita à comunidade quilombola de Palmas. A atividade deve ter um novo módulo ainda este ano.
O idealizador e coordenador do projeto, César Jacinto, explica que o curso foi criado a partir da constatação da ausência de formações pedagógicas propiciadas pelos sistemas de ensino público relativas à história do negro e sua contribuição para a sociedade brasileira.
Jacinto conta que realiza formações nesta perspectiva desde 2005, em toda a região Sul do Estado. Neste formato de curso, a primeira edição realizada em Bagé aconteceu no ano passado. Agora, com um novo corpo de professores, a capacitação iniciou com aula inaugural, no dia 29, com a mestre em Antropologia Social e doutoranda em Estudos Étnicos e Africanos, Stéphanie Moreira, da Universidade Federal da Bahia.
A atividade conta com cerca de 30 alunos, divididos em duas turmas: aos sábados pela manhã e tarde na Engecmel, na rua Dr. Veríssimo, 266. Nas terças e quartas-feiras à noite funciona na Escola Estadual Silveira Martins, a partir das 18h45min. "A turma de sábado é denominada de Lélia Gonzales, intelectual negra que introduziu o debate do racismo na academia. A turma de terças e quartas chama-se Oliveira Silveira, em homenagem ao poeta da consciência negra", destaca Jacinto.
O curso tem 40 horas de duração com certificação pela Associação das Comunidades Quilombolas Rurais de Palmas e encerra no dia 6 de outubro, com visita científico-cultural à comunidade quilombola de Palmas. As inscrições podem ser realizadas pelo WhatsApp (53) 99708-5775.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...