ANO: 25 | Nº: 6210
21/09/2018 Cidade

OAB realiza palestra sobre fake news e processos eletrônicos

Foto: Reprodução JM

Desembargador é formado em Direito e Jornalismo
Desembargador é formado em Direito e Jornalismo

A internet e o Poder Judiciário: Processo eletrônico e fake news serão temas da palestra do 3º vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desembargador Túlio de Oliveira Martins. O encontro é promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção Bagé, no dia 25 de setembro, às 19h, no Centro de Convívio da entidade.

Segundo o presidente da OAB Bagé, Marcelo Marinho, a palestra de atualização é destinada para advogados e comunidade e é importante para entender o futuro dos tribunais será os processos eletrônicos. “Hoje, os processos trabalhistas e federais são todos eletrônicos e o tribunais do Estado já estão começando a mudança", detalha.

O desembargador é formado em Direito, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e igualmente formado em Jornalismo (também pela UFRGS). Exerceu o jornalismo no Ministério da Educação, Radiobrás, Secretaria de Educação e Cultura, TV Educativa e Rádio e Televisão Gaúcha. Foi integrante do Conselho de Comunicação Social do TJ, em diversas gestões e, ao longo de 10 anos, foi diretor de comunicação social da Ajuris.

Apresentou o Jornal do Judiciário (do Tribunal de Justiça), o programa Justiça (da Faculdade de Direito da PUC) e o programa Sala de Audiência (da Ajuris). Participou como convidado no programa Guerrilheiros da Notícia, no período de 2002 a 2010, e manteve uma coluna semanal no jornal O Sul. Foi professor universitário e docente da Escola Superior da Magistratura.

Ingressou na Magistratura no ano de 1990, sendo designado para a comarca de Augusto Pestana. Ao longo do ano de 1991, integrou o projeto "Júri Agilizar", da Egrégia Corregedoria-Geral da Justiça na Comarca de Cruz Alta. Foi promovido para Alvorada, onde foi titular da Segunda Vara Judicial. Em Porto Alegre, foi juiz do plantão do Foro Central, Turma Recursal Criminal, Segunda Turma Recursal Cível e, posteriormente, passou a exercer as funções de Juiz-Corregedor. Em 1998, classificou-se no segundo juizado da Primeira Vara dos Feitos da Fazenda Pública, sendo que em Junho de 2000 foi convocado para atuar junto ao Tribunal de Justiça. Martins preside o Conselho de Comunicação Social do TJRS desde 2010.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...