ANO: 25 | Nº: 6306
28/09/2018 Cidade

Professora desenvolve projeto para promover processo eleitoral democrático

Foto: Divulgação

Com o objetivo de desenvolver a cidadania, conscientizar sobre as características fundamentais das eleições e seu funcionamento, uma professora da rede municipal de ensino organizou o projeto Eleições na Escola, que escolheu uma representante dos alunos, após um processo eleitoral completo.

A responsável pelo projeto, Maria de Lourdes Gomes Constantino, é professora da disciplina de Ensino Religioso do 6º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora das Graças. Ela conta que a ideia surgiu a partir da observação da movimentação para as eleições presidenciais. Como muitos dos jovens estudantes ainda não têm idade mínima para voto, decidiu explicar, de forma mais prática, como funciona o pleito.

Assim, foram definidas duas candidatas, cada uma representando um rol de propostas para melhorias do ambiente escolar. Na última semana, ambas participaram de um debate, que foi assistido por toda a escola, e não apenas pelos estudantes do 6º ano, devido ao sucesso do projeto.

O momento de decisão nas urnas aconteceu na manhã de quarta-feira, quando os alunos indicaram a candidata com quem mais se identificaram. Maria de Lourdes destaca que buscou assemelhar o máximo possível com o processo eleitoral oficial, com dois fiscais de seção, um presidente de mesa e um mesário. Os 71 estudantes que participaram da votação receberam títulos eleitorais feitos pela professora e só puderam escolher seu candidato mediante apresentação do "documento".

"Foi uma votação simbólica, a aluna eleita não vai, realmente, exercer nenhum cargo de representação dos alunos. O que eu quis, com esse processo, foi mostrar que o voto é um instrumento de transformação social, para que os alunos aprendam sobre a importância de escolher bem o candidato que irá representá-los", destacou Maria de Lourdes.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...