ANO: 24 | Nº: 6109
29/09/2018 Cidade

Criação de ciclovia Internacional entre Brasil e Uruguai avança, diz secretário

Foto: Divulgação

Encontro em Aceguá abordou o projeto
Encontro em Aceguá abordou o projeto
A Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio do seu titular, Bayard Paschoa Pereira, apresentou, na quarta-feira, em Aceguá, o projeto de implantação de uma Ciclovia ou Ciclofaixa Internacional do Pampa. O empreendimento está previsto iniciar na rodovia BR-153, junto ao trevo de acesso ao aeroporto Bagé, seguindo até Aceguá, e, após, passando por Melo, Rio Branco (UY), e retornando ao País por Jaguarão.
De acordo com Bayard, a agenda teve como objetivo unir esforços para criação de uma política binacional de mobilidade sustentável, turismo e valorização do patrimônio cultural fronteiriço do pampa, para contribuir com desenvolvimento socioeconômico, ambiental, social e cultural das comunidades locais e regionais. "Considerando que a nossa faixa de Fronteira é reconhecida internacionalmente como símbolo de integração e convivência pacífica entre os povos dos dois países, a solidariedade, irmandade e colaboração recíproca estão incorporadas no cotidiano dos povos fronteiriços.
O prefeito de Aceguá, Gerhard Martens, apoiou a iniciativa e reforçou os benefícios do esporte no combate à obesidade, validado por diversos estudos, citando exemplos, temos o estudo publicado no New England Journal of Medicine, que afirma que a "Obesidade mata mais do que acidente de carro, terrorismo e Alzheimer".
De acordo com Bayard, o encontro fortaleceu ainda mais o projeto da Ciclovia Internacional. Ele agradeceu a colaboração de todos os atores inseridos na proposta. "Estamos construindo modelos inovadores de gestão pública, com base na sustentabilidade. A promoção da cultura e incentivo a utilização das bicicletas é uma alternativa moderna e reconhecida mundialmente" disse.
O secretário da Cultura e Turismo de Jaguarão, Rodrigo Segovia, presente no ato, ratificou o compromisso e apoio do Presidente do Comitê Binacional de Fronteiras, Fávio Telis, parabenizando a iniciativa e solicitando a inclusão do estudo da viabilidade para extensão do projeto de mobilidade sustentável contemplando a cidade de Jaguarão e Rio Branco (UY), em uma segunda etapa.
Milton Rondó Filho, do escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Rio Grande do Sul, conforme divulgado, considerou a iniciativa oportuna e capaz de integrar de forma inteligente ainda mais os povos do Brasil e do Uruguay. "Estamos institucionalizando as relações diplomáticas Brasil e Uruguai," disse. Ele, aliás, sugeriu a inclusão do Ministério do Esporte como parceiro para execução desta iniciativa.
Por fim, Bayard relatou que nova agenda de trabalho ocorrerá em Porto Alegre, junto ao escritório do DNIT, durante o mês de outubro.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...