ANO: 25 | Nº: 6379

Airton Gusmão

redacaominuano@gmail.com
Pároco da Catedral
29/09/2018 Airton Gusmão (Opinião)

Temos Bispo

No dia 26 de setembro, o Papa Francisco nomeou como Bispo de Bagé o Frei Cleonir Paulo Dalbosco, capuchinho, como bispo da vacante diocese de Bagé, no Rio Grande do Sul. A notícia foi publicada no Jornal L’Osservatore Romano, às 12 horas de Roma.
Natural de Barros Cassal, no Rio Grande do Sul, nasceu aos 25 de setembro de 1970. Cleonir ingressou no seminário em 1987, em Soledade (RS). Cursou Filosofia no Instituto de Filosofia Padre Berthier, em Passo Fundo (RS) e Teologia na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, em Porto Alegre (RS). Também é Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade de Caxias do Sul e tem Especialização em Gestão de Pessoas pela Universidade Anhanguera. Em 19 de setembro de 1998, fez sua profissão solene na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, em Canoas (RS) e, em 20 de setembro do mesmo ano, foi ordenado diácono. Recebeu a ordenação presbiteral em 20 de fevereiro de 1999.
Em sua trajetória sacerdotal, Cleonir foi pároco na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Santa Maria (RS) de 1999 a 2005; Guardião da Fraternidade dos Freis Capuchinhos, em Santa Maria; Assessor Diocesano da Pastoral da Juventude, na diocese de Santa Maria; Vigário Provincial e Definidor da Pastoral e Meios de Comunicação Social da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, na Província dos Freis Capuchinhos do Rio Grande do Sul; Ministro Provincial da Ordem dos Frades Menores, na Província Sagrado Coração de Jesus (RS); Visitador Apostólico na Congregação dos Clérigos Regulares; Diretor Geral da Pousada dos Capuchinhos, em Veranópolis.
A Diocese de Bagé foi criada pelo Papa João XXIII, no dia 25 de junho de 1960. Ficou um ano sem bispo, sob a administração de Dom Antônio Zattera, Bispo de Pelotas. Em julho de 1961, toma posse Dom José Gomes, um padre da Diocese de Passo Fundo, onde foi ordenado. Aqui permanece até outubro de 1968, quando é transferido para Chapecó, Santa Catarina.
Em março de 1969, toma posse como segundo bispo de Bagé, Dom Ângelo Mugnol, que era bispo auxiliar de Pelotas. Acometido de grave doença, falece em 12 de fevereiro de 1982 e está sepultado na Catedral de São Sebastião.
O terceiro bispo é nomeado um padre da Congregação de São Carlos, natural de Nova Bassano. Ordenado em sua terra natal, D. Laurindo Guizzardi assume no dia 25 de abril de 1982. Permanece entre nós quase vinte anos, sendo transferido em dezembro de 2001 para a Diocese de Foz do Iguaçu, Paraná, onde está emérito.
O quarto bispo era auxiliar em Salvador, Bahia, e assume no dia 09 de março de 2003. Dom Gílio Felicio, padre da Diocese de Santa Cruz do Sul, nascido no município de Sério (Lajeado), fica à frente da Diocese até o dia 06 de junho, quando é aceita a sua renúncia, por motivos de saúde.
O quinto bispo, agora nomeado, é um padre da Ordem dos Capuchinhos, que será ordenado e deverá tomar posse da nossa Diocese até o final do ano.
Bendito o que vem em nome do Senhor. Seja bem-vindo, Frei Cleonir. Paz e Bem.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...