ANO: 25 | Nº: 6402

Divaldo Lara

divaldolara@gmail.com
01/10/2018 Divaldo Lara (Opinião)

Agora passamos dos 75% de aprovação

No final de agosto, divulgamos o resultado de uma pesquisa, solicitada pela Associação Rural de Bagé e realizada por um dos institutos mais renomados do nosso Estado, o Instituto Methodus, contendo dados referentes à avaliação do nosso governo pela população. Há um mês, a marca chegava a 74,25% de aprovação, o que já era um índice incrível. Hoje, um mês depois, com nova pesquisa realizada pelo mesmo Instituto, tivemos a grata surpresa de ter ultrapassado essa marca, que agora chega a 75,56%.
Receber essa nova notícia é algo plenamente satisfatório, pois vemos que a população está ciente das inúmeras realizações que estamos entregando e que a cada dia, só aumentam.
Às vezes, fico pensando como conseguimos tanto em tão pouco tempo. Estamos há 20 meses de governo e com conquistas que superam outros 16, 20 anos de governos anteriores.
O que mudou de um mês para cá? O início de instalação de 14 novas empresas para Bagé, o progresso na construção das 1164 novas moradias, que pretendemos entregar no ano que vem e cujo processo de sorteio já está bem encaminhado, o anúncio da segunda empresa que iniciará os voos de Porto Alegre para Bagé, o asfalto novo da avenida Padre Abílio Sponchiado e de todas as ruas do Bairro Dois Irmãos.
Iniciamos nosso governo com aprovação de 75,04%, quando os bajeenses nos escolheram para governar Bagé na última eleição e, para manter essa marca, é preciso muito trabalho, pois se tivéssemos assumido do zero um governo seria mais fácil. Mas não, tivemos que assumir e consertar erros de governos  passados, o que inclui o pagamento de um empréstimo feito em dólar (U$ 6 milhões), sem o seguro cambial e que hoje, os bajeenses terão que pagar 22 milhões. Quantas realizações a mais poderíamos entregar com esse valor desperdiçado.
Já que estamos falando em valores, não posso deixar de citar e reconhecer a ajuda de 16 deputados e uma senadora, que nos auxiliaram na aquisição de 20 veículos para a saúde, incluindo uma ambulância, nas novas maquinas para o desenvolvimento rural, recursos para a saúde, no auxílio para garantia de recursos de obras que estavam praticamente perdidos, devido ao tempo que estavam paradas, como o anel rodoviário, a avenida Atila Taborda. O período eleitoral me impede de citar os nomes de cada um deles, mas basta pesquisar. Estou apoiando todos que, de uma forma ou outra, estenderam a mão para Bagé de alguma forma.
Voltando ao resultado da aprovação, esse nos indica que estamos no caminho certo, o de um governo transparente, que informa nossa população não apenas sobre as conquistas, mas também divide os problemas que enfrentamos. Com essa interação, hoje, a população sente-se parte do governo, como de fato, sempre deveria ter sido.
Há um mês atrás falei sobre isso, e repito: conseguir listar mais de 60 conquistas, considerando apenas as mais relevantes, realizadas em 20 meses, realmente é um feito, para qualquer governo.
Temos recebido visitas de muitos municípios que percebem, de fora, nossa atuação e vêm até Bagé para saber como estamos conseguindo realizar tanto em dois anos difíceis, de crise financeira e de ética moral por parte dos governantes, onde chegamos a ter um ex-presidente preso. No dia a dia, atribulado com os compromissos, você não percebe, com clareza, o conjunto de toda uma obra. Apenas quando recebe uma notícia grandiosa como o resultado desta pesquisa é que começa a listar tudo que foi feito para merecer marcas como esta. Seria impossível listar todos os benefícios para Bagé em apenas uma coluna, correndo o risco de deixar algum importante trabalho (e parte integrante desta aceitação dos bajeenses) de fora.
O que posso dizer sobre o índice atingido é que representam para mim, acima de tudo, união. Do trabalho entre as secretarias que se ajudam mutuamente, sem disputas, sabendo que o benefício à população está acima de tudo; e dos bajeenses, que sabem e se orgulham de ter, finalmente, um governo realizador.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...