ANO: 25 | Nº: 6384
16/10/2018 Fogo cruzado

Antenor pede cautela na discussão sobre impacto da Operação Factótum

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Progressista criticou discursos que adotam tons de acusação
Progressista criticou discursos que adotam tons de acusação
A Operação Factótum, deflagrada na semana passada, pelo Ministério Público, em atuação articulada da Procuradoria de Prefeitos, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Fronteira Oeste, Promotoria de Bagé e Núcleo de Inteligência do Ministério Público (Nimp), ainda repercute no Legislativo bajeense. Durante a sessão de ontem, o vice-presidente da Casa, vereador Antenor Teixeira, do Progressistas, pediu cautela aos parlamentares. “O que temos é uma investigação. Vamos esperar para ver o que acontece”, pontuou.
A operação cumpriu mandados judiciais de suspensão do exercício do cargo dos secretários municipais de Meio Ambiente e Finanças de Bagé, na terça-feira, 9. Na sessão ordinária de  quinta-feira, 11,  petebistas e outros representantes de legendas que integra a base destacaram que a ação representa uma investigação, e que nenhum agente público é réu. A oposição foi mais enfática nas críticas ao governo. Antenor, que não estava na sessão, falou sobre a polarização. “Nos causa um constrangimento muito grande essa briga, essa disputa. Estou falando isso porque vi comemorações nas ruas. Estou pensando, neste momento, é na democracia”, disse.
Em tom de moderação, o progressista recordou que votou contra o reajuste da taxa de lixo, no ano passado, destacando que costuma manifestar posições contrárias ao governo quando avalia necessário. Ele observou, porém, que nenhum agente político deveria adotar um ‘discurso de acusação’. “É preciso concluir a investigação. Este trabalho que tem que ser feito primeiro. Falo isso porque sofri na pele. A imprensa acabou com a minha vida. Duvido que alguém ache meu nome em alguma lista. Até hoje não entendi, mas aprendi a ter calma e, principalmente, a ter bom senso. Dediquei minha vida toda a moralidade e seguirei assim”, reforçou.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...