ANO: 25 | Nº: 6255
18/10/2018 Segurança

Segunda fase da Operação Jaguarão atinge Bagé e região Metropolitana

Foto: Divulgação

Agentes da Defrec e do Deic participaram da operação
Agentes da Defrec e do Deic participaram da operação

A Polícia Civil deflagrou, na manhã de ontem, a segunda fase da Operação Jaguarão, que investiga uma série de roubos a bancos, casas de câmbio e outros estabelecimentos financeiros. A ação cumpriu 11 ordens judiciais de busca e apreensão (6 MBAs) e prisões preventivas (5 PPs), em Porto Alegre, Alvorada, Eldorado do Sul e Bagé. Nas ações, a companheira de um foragido foi presa, em flagrante, em um bairro da capital gaúcha, acusada de porte ilegal de arma de fogo.

Na Rainha da Fronteira, um mandado de prisão preventiva foi cumprido no Presídio Regional de Bagé (PRB). As investigações foram coordenadas pela Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé, com apoio da Delegacia de Roubos do  Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), e envolvem o roubo a banco cometido contra o Sicredi, no distrito da Colônia Nova/Aceguá, no dia 15 de maio de 2018.

No crime em Aceguá, quatro homens fortemente armados invadiram a agência bancária, renderam o vigilante e os clientes e subtraíram o dinheiro do cofre da agência. Durante a fuga, os autores foram perseguidos por agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar e abandonaram um veículo Honda HRV, roubado em Porto Alegre, escondendo-se no mato, no interior do Assentamento Jaguarão.

Através do cerco policial, os agentes conseguiram apreender um segundo veículo utilizado no crime - uma Renault/Duster, também roubada na região Metropolitana de Porto Alegre. A polícia descobriu a participação de Rudinei dos Santos, de 41 anos, um morador local, que, conforme as apurações, fazia o apoio logístico e passava informações sobre o dinheiro da agência bancária - ele foi preso em flagrante por posse de arma de fogo e receptação.

No dia 16 de maio deste ano, outros dois acusados, que estavam em um matagal, realizaram um roubo de veículo em uma estrada vicinal, mantendo um casal sob restrição de liberdade, para chegar até a cidade de Bagé. No município, eles se encontraram com os outros dois homens e organizaram a fuga para Porto Alegre.

Durante a tarde daquela data, os policiais localizaram Alexsandro dos Santos Valim, de 31 anos, um dos acusados pelo assalto, e, com ele, apreenderam uma submetralhadora calibre 9 milímetros (mm), de uso restrito. Ele foi preso e encaminhado ao presídio.

Na madrugada do dia 17, os três criminosos restantes sequestraram um casal e os obrigaram a dirigir até a cidade de Porto Alegre, para que retornassem à região Metropolitana com as armas e o produto do crime.

O delegado Cristiano Ritta destacou que, durante as investigações, os demais participantes foram identificados e a Polícia Civil representou pelas prisões preventivas, além de buscas e apreensões, que foram deferidas pelo poder Judiciário de Bagé.

A estratégia do Deic, através da Delegacia de Roubos, em aproximar as investigações sobre as ações criminosas contra instituições bancárias ocorridas no interior do Estado, faz parte da integração entre os órgãos da Polícia Civil no combate ao crime organizado.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...