ANO: 25 | Nº: 6379
19/10/2018 Cidade

Secretaria alerta sobre o trânsito na ponte do Passo do Pinto

Foto: Divulgação

Estrutura deve receber melhorias e troca de madeiras
Estrutura deve receber melhorias e troca de madeiras

A reforma da ponte do Passo do Pinto, que fica na divisa entre Bagé e Hulha Negra, ainda não foi concluída devido às chuvas. A estrutura necessita de reparos e troca de tábuas, em especial por apresentar danos no alicerce. Em setembro, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) realizou um trabalho paliativo no local.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Cléber Zuliani Carvalho, a pasta iniciou o trabalho no local para que o trânsito de veículos leves não fosse interrompido. Contudo, ele alerta que não é permitido o trânsito de veículos com carga. O desvio viabilizado, no momento, está intransitável, em decorrência das últimas chuvas. "Os trabalhos devem iniciar assim que o volume de água baixar, o que está atrasando a reforma da ponte", disse.

Carvalho pede a colaboração da população, principalmente usuários da localidade, para que não trafeguem com caminhões, pois existe o risco da atual estrutura não suportar o peso. O secretário ressalta que a Prefeitura de Hulha Negra colocou uma placa comunicando que está, terminantemente, proibida a passagem deste tipo de transporte.

O secretário bajeense ainda anunciou que, após a revitalização da ponte, não será permitida a passagem de caminhões com peso acima de 20 toneladas. Nesse caso, os veículos podem utilizar o desvio ou ainda a rodovia. "Essa alteração é essencial para a segurança, deslocamento de moradores e escoamento da produção agrícola", completa.

Para que o trabalho na ponte seja concluído, devem ser necessários, pelo menos, 15 dias sem chuva, conforme a projeção de Carvalho.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...