ANO: 25 | Nº: 6489
24/10/2018 PAUTA ESPECIAL - Curso de Jornalismo

15ª Mostra de Iniciação Científica inicia com grande número de participantes

Foto: Murilo Alves/EspecialJM

Por Murilo Alves, Cristiane Ramires e Nadine Posqui, estudantes do curso de Jornalismo


A noite de segunda-feira, dia 22 de outubro, marcou o início da 15ª edição da Mostra de Iniciação Científica (MIC), evento que integra a programação do Congrega Urcamp 2018. Ao todo, 61 trabalhos, divididos entre as áreas das Ciências Agrárias, Sociais Aplicadas, Biológicas e também das Engenharias, foram expostos. A atividade reuniu diversos alunos oriundos de cidades e instituições de ensino da região.
Um desses alunos é Artur Ramos Molina, acadêmico do 10° semestre do curso de Biologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Molina participou da mostra pela primeira vez apresentando o artigo ‘’Inventário Faunístico de Borboletas’’ e classificou a experiência como muito interessante. O estudante destacou, ainda, que ficou surpreso com a quantidade de participantes e de trabalhos expostos.
Quem também estreou na mostra foi a acadêmica do 9° semestre do curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Eloisa Defendi, que expôs a pesquisa “Análise Físico-química e Microbiológica das Águas Subterrâneas no Município de Santana do Livramento”. A estudante disse que achou interessante a diversidade dos temas expostos e também evidenciou a importância de participar da MIC. ‘’É um evento bastante conhecido e agrega muito ao currículo, já que acontece em uma das principais instituições da região’’, pontuou.
Representando a Urcamp, Filipe Torbes Idalgo, acadêmico do 4° semestre de Ciências Biológicas, falou sobre o “Levantamento da Entomofauna no Arroio Bagé”, estudo realizado em parceria com Lucas Valério, acadêmico do mesmo curso. Idalgo participou da MIC pela segunda vez e explicou que a ideia de submeter o trabalho não amplia apenas a sua experiência no campo da pesquisa, mas também deixa subsídios para possíveis ações de conservação ambiental no município.
Durante a programação de terça-feira, aconteceram as apresentações de trabalhos da MIC do curso de Medicina Veterinária. Para a aluna Gabriela Roloff, estudante do 6º semestre e autora do projeto “Influência da nutrição no período gestacional em bovinos”, é importante ter a oportunidade de apresentar trabalhos em um evento como esse. “É ótimo porque a pesquisa faz aprender mais sobre a área estudada”, ressalta a aluna.
Para Aline Pereira, também acadêmica do 6º semestre do curso e autora da pesquisa sobre “Inspeção post mortem em bovinos”, que fala sobre o período pós abate dos animais, é importante apresentar trabalhos no Congrega pois o aluno já vai treinando para a defesa do TCC. “É a primeira vez que apresento meu trabalho, isso ajuda a ter mais domínio sobre o que pesquisamos e também faz com que se tenha cada vez mais interesse sobre a área”, destaca.
Segundo a avaliadora Eliana Silveira, coordenadora e professora do curso de Agronomia da Urcamp, é de fundamental importância a essa inserção científica dos estudantes no Congrega. “Inserir o aluno na pesquisa e extensão é importante para o desenvolvimento do futuro profissional de cada um”, acrescenta Eliana, que faz parte, ainda, do corpo docente da Medicina Veterinária.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...