ANO: 25 | Nº: 6335
24/10/2018 Cidade

Árvores da Praça da Estação contam com identificação digital QR Code

Foto: Tiago Rolim de Moura

Foram identificadas 15 espécies
Foram identificadas 15 espécies

Uma ação realizada na tarde de ontem apresentou, para alunos do Colégio Franciscano Espirito Santo (Cfes) e Fundação Bidart, o projeto do QR Code da Praça da Estação, iniciativa idealizada pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa (Semapa).

Conforme a coordenadora de Educação Ambiental do município, Milena Hecht, foram identificadas 15 árvores e os estudantes conheceram o histórico de oito espécies. Ela salienta que a identificação foi realizada por meio da construção do plano arbóreo de Bagé, entregue ao prefeito na Semana do Meio Ambiente deste ano, quando foi realizada a identificação das espécies nas 10 principais praças da cidade.

Segundo Milena, as placas de identificação foram colocadas nas árvores da praça, onde, através delas, poderá ser feita a leitura através de um aplicativo de celular. Isso, aliado ao projeto de Arborização Urbana, que oferta à comunidade a possibilidade de ampliar seu conhecimento a respeito das espécies presentes no parque arbóreo da cidade.

A coordenadora ressalta que a Semapa vem realizando diversas ações voltadas para a arborização do município, através de atividades conjuntas entre setor de Arborização Urbana e Educação Ambiental. "São realizadas ações de educação ambiental, palestras, capacitações, plantios e podas por toda a cidade. Os eventos ambientais têm a arborização com um dos temas principais, com o objetivo de conscientizar a comunidade", ressalta.

Milena comenta que as placas foram custeadas por empresas do entorno da praça que, durante o evento, estivem presentes no local. A atividade contou com contação de história, visitação às árvores identificadas e piquenique.

Programa

O programa "Arborização Urbana: Um exercício de cidadania e sustentabilidade socioambiental" é uma iniciativa da sociedade civil que busca impulsionar o poder público a tomar atitudes e investir em políticas de gestão ambiental, através de conservação e cuidados com as árvores da cidade de Bagé.

Segundo Milena, as árvores são um dos componentes mais expressivos da paisagem urbana e desempenham um papel fundamental para a qualidade de vida das pessoas. "O projeto se desenvolveu na busca de uma gestão compartilhada da arborização urbana e sustentabilidade ambiental e uniu instituições de Ensino Superior, ONGs e poder público", disse.

Cronograma

● 2014: Projeto de pesquisa "Inventário da Arborização Urbana";

● 2016: Educação Ambiental, rede de ensino Fundamental e Médio;

● 2017: Inovação tecnológica, QR Code para a identificação das árvores;

● 2018: Estudo do histórico das árvores e seu significado para a comunidade.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...