ANO: 24 | Nº: 6110
26/10/2018 Universo Pet

Curso de veterinária apresenta trabalhos durante Congrega 2018

Foto: Antônio Rocha

 

O curso de Medicina Veterinária da Urcamp apresentou ao público, durante o Congrega 2018, o resultado dos grupos de estudo realizados pelos universitários. Ao longo do congresso, foram apresentados trabalhos sobre diferentes assuntos, como pequenos animais, animais silvestres, medicina alternativa, reprodução, genética e terapêutica.

Um dos trabalhos mais recentes é o Grupo de Estudos em Pequenos Animais, que tem a professora Paula Costa dos Santos como responsável. Ela conta que o estudo surgiu da necessidade de oferecer informações à população sobre os cuidados com cachorros e gatos. A ideia inicial é levar conhecimento à comunidade sobre os cuidados com parasitas e a importância da castração. “Queremos acabar com alguns mitos. Algumas pessoas nem mesmo sabiam que havia câncer de mama nos pets”, conta Paula. Os estudantes devem visitar escolas e centros comunitários para dar orientações à população. Nesse primeiro mês de existência, o foco dos estudantes está sendo o Outubro Rosa.

A professora Patrícia de Freitas Salla coordena, também, outros projetos desenvolvidos no curso de Veterinária. Um deles é o Grupo de Estudos de Animais Silvestres (Geas). Os estudos iniciaram ainda em 2013 e o grupo, hoje, está ligado ao Geas do Brasil. O trabalho é feito, também, com acadêmicos de Agronomia e Biologia.

O Grupo de Estudos de Medicina Alternativa envolve estudantes de Agronomia e Gastronomia. Durante o Congrega, os alunos organizaram brincadeiras para os visitantes, que puderam levar para a casa algumas sementes plantadas.

Há  estudos sobre reprodução de fêmeas e machos de pequeno e grande porte. O grupo é um dos mais antigos, com oito anos. Os alunos levaram órgãos reprodutores de diferentes animais para apresentar aos visitantes, assim como fetos conservados. Os acadêmicos que trabalham no grupo de genética e terapêutica também participaram.

Patrícia conta que os acadêmicos se encontram uma vez por semana e os grupos são importantes porque há produção de pesquisas desde o início do curso. Os estudantes mostraram os trabalhos ao longo da semana, em um estande no campus central da Urcamp.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...