ANO: 25 | Nº: 6381
30/10/2018 Cidade

Preço do tomate teve aumento de mais de 100% em duas semanas

Foto: Tiago Rolim de Moura

Paulista e gaúcho estão com o valor próximo de R$10
Paulista e gaúcho estão com o valor próximo de R$10

O tomate volta a ser o grande vilão das cestas básicas. O valor do produto ultrapassou 100% de suba, desde o início de outubro, e, em alguns locais, o preço do quilo ultrapassa R$ 8. Em maio deste ano, o montante já havia subido em virtude da greve dos caminhoneiros. Agora, as chuvas que atingiram o Sudeste do País fizeram com que houvesse baixa da oferta.

Em algumas fruteiras de Bagé, as promoções são utilizadas para atrair os clientes. Em um estabelecimento, o preço do produto está R$ 4,99 ao quilo. De acordo com uma das funcionárias do local, Michele Santos, o gaúcho e o paulista chegam a R$ 9,99 ao quilo. Ela comenta que os produtos são trazidos da Central de Abastecimento do Rio grande do Sul (Ceasa).

Conforme a proprietária de outra fruteira, Ângela Alves, o valor subiu porque ainda não começou a ser comercializada a produção da região. Ela salienta que houve um aumento de mais de 100% no valor do produto, mas que o mesmo deve começar a normalizar dentro de duas semanas. "Pagávamos, no máximo, R$ 3 por quilo na Ceasa e, agora, está R$ 6", disse. A cotação da Ceasa, ontem, apontava o tomate caqui (gaúcho) por R$ 8 ao quilo, o longa vida R$ 5, o cereja R$ 8,33 e o italiano R$ 3,89.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...