ANO: 25 | Nº: 6458
02/11/2018 Fogo cruzado

Antenor articula apoio para aprovar emendas ao Código Municipal de Arborização

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Progressista fez uma espécie de apelo durante manifestação na tribuna
Progressista fez uma espécie de apelo durante manifestação na tribuna
O vice-presidente da Câmara de Bagé, vereador Antenor Teixeira, do PP, iniciou, ontem, uma espécie de mobilização na tentativa de viabilizar a aprovação de mudanças sugeridas no projeto de lei complementar que institui o Código Municipal de Arborização de Bagé. As emendas apresentadas pelo progressista foram aprovadas pelas Comissões de Constituição, Justiça e Redação Final; Orçamento, Finanças e Contas e Saúde; e de Meio Ambiente e Assistência Social, mas ainda devem ser avaliadas em novos estágios de tramitação.
Durante discurso, Antenor disse que espera contar com o apoio dos vereadores quando a matéria estiver em pauta, no plenário. “Queremos que a natureza seja preservada, sim. Mas os produtores já seguem rigorosamente as leis estaduais e federais. O que pretendemos é que o código trate sobre a arborização urbana”, pontuou.
O progressista apresentou proposta suprimindo o capítulo que trata sobre recurso florestal em áreas específicas e no meio rural. Os artigos determinam que o cultivo e manejo de espécies florestais exóticas em regime de monocultura nas propriedades rurais do município dependem de licenciamento ambiental. Antenor embasa seu posicionamento em um ofício da Sociedade dos Engenheiros Florestais Autônomos do Estado do Rio Grande do Sul (Sefargs). O documento destaca que ‘os produtores que cultivam florestas exóticas já são pelos custos e burocracia do licenciamento'.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...