ANO: 26 | Nº: 6544
02/11/2018 Campo e Negócios

Raça Crioula fomenta modalidade para portadores de necessidades especiais

Foto: Leandro Vieira/ABCCC

Inclusão de Ouro teve apresentação especial no último Freio do Proprietário
Inclusão de Ouro teve apresentação especial no último Freio do Proprietário

A inclusão dos portadores de necessidades especiais também é uma realidade na raça Crioula. Um projeto que iniciou no Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Arroio Grande está proporcionando a este público estar junto do cavalo. O Inclusão de Ouro, aliás, já está sendo fomentado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), que, nesta nova gestão, apresentou uma subcomissão para essa modalidade.

No último Freio do Proprietário, realizado no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, uma apresentação do ginete Ítano Figueiredo emocionou o público presente. O apaixonado por Cavalos Crioulos perdeu o movimento das pernas em um acidente automobilístico. Mas essa limitação não o impediu de continuar o sonho de participar de modalidades da raça. "Como acompanho sempre do lado de fora, não tinha nenhuma prova para participar. Com essa iniciativa, muitas pessoas, assim como eu, podem ser incentivadas a participar da raça", explica.

A presidente do Núcleo de Arroio Grande, Josilene da Silva Martins, que também é coordenadora da nova subcomissão criada pela ABCCC, ressalta que a ideia já vinha sendo semeada em conversas no Freio do Proprietário do ano passado. "Conversamos sobre a possibilidade de uma prova para portadores de necessidades especiais e me foi dado um tempo para organizar. No núcleo, decidimos fazer para ver como seria a aceitação. Convidei o Ítano para esse grande desafio. Ele treinou em 30 dias. Foi feita uma andadura e a segunda etapa seria uma etapa do Freio de Ouro que o competidor melhor se adaptasse. E foi um sucesso. Não tínhamos ideia da proporção que tomaria", salienta.

O fomento à inclusão continua no trabalho com os portadores de necessidades especiais. Josilene diz que pais de crianças já a procuraram para que fossem adaptadas modalidades infantis. Por enquanto, no próximo dia 3 de novembro, mais uma vez o Inclusão de Ouro vai tomar a pista de Arroio Grande, durante evento da raça no município. "A inclusão está no nosso dia e precisamos conscientizar em pequenos atos. E o que o Ítano fez na pista do Freio de Ouro mostra que não há limites quando se quer. O amanhã a Deus pertence e vamos continuar trabalhando para fomentar o projeto", enfatiza.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...