ANO: 25 | Nº: 6330
24/11/2018 Segurança

Preso suspeito de atentado com bomba em Dom Pedrito

Foto: Divulgação

Homem foi detido na manhã de ontem
Homem foi detido na manhã de ontem

A Polícia Civil, com o apoio da Brigada Militar, prendeu, na manhã de ontem, um dos suspeitos do atentado com uma bomba deixada em frente à residência de um policial civil e uma agente penitenciária, na noite de segunda-feira.

De acordo com a investigação do caso, o acusado já estava sendo investigado e seria participante de um grupo criminoso, inclusive envolvendo um apenado do Presídio Estadual de Dom Pedrito. A apuração, segundo divulgado, aponta que o suspeito estava se escondendo, em residências de amigos, e também estaria ameaçando testemunhas que poderiam auxiliar no desfecho do fato.

O homem, que não teve a identidade divulgada, tem 28 anos. Ele foi preso preventivamente, após ter sido emitido o mandado pela justiça de Dom Pedrito, na noite de quinta-feira. O nome do suspeito não será revelado pela Polícia, pois as investigações irão continuar até desvendar quem são os integrantes da organização criminosa que, segundo os policiais civis, possui vários indivíduos.

O crime

Um artefato explosivo foi encontrado, na madrugada de segunda-feira, em frente à residência de um policial civil e de uma agente penitenciária, no bairro Tude de Godoy, rua General Neto, em Dom Pedrito.

Conforme o registro da ocorrência, o Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate) da Brigada Militar teve que ser acionado para que o artefato, confirmando se tratar de uma "bomba", fosse detonado com segurança. Os agentes foram até o local, por volta das 00h45min, e somente em torno das 2h20min conseguiram detonar o artefato de forma controlada.

O explosivo, de acordo com informações divulgadas, era feito de pregos e pólvora, de modo caseiro, que, se detonado, poderia causar estragos e machucar gravemente quem, porventura, fosse atingido. Para a detonação, uma área foi delimitada e isolada para prevenir qualquer dano. A detonação pôde ser ouvida em diversos locais da cidade, segundo relatos de testemunhas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...