ANO: 25 | Nº: 6485
26/11/2018 Cidade

Estado liberou R$ 18 milhões para revitalização de escolas na região, em quatro anos

Foto: Tiago Rolim de Moura

Obra da Escola Justino Quintana foi finalizada no início de 2018
Obra da Escola Justino Quintana foi finalizada no início de 2018

Através de recursos do convênio firmado entre a Secretaria Estadual de Educação e o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), 49 das 60 escolas que integram a região de abrangência da 13ª Coordenadoria Regional de Educação (13ª CRE) receberam algum tipo de intervenção, entre 2015 e 2018. O total de investimento, de acordo com o coordenador José Carlos Nobre, chega a R$ 18 milhões.
Nobre explica que a Escola Estadual de Educação Básica (E.E.E.B) Professor Justino Costa Quintana recebeu a maior parte dos recursos, chegando a um montante de R$ 7,5 milhões. As demais instituições receberam verbas para pequenas reformas de telhado, calhas, blocos, pintura externa e interna de paredes, substituição da cobertura de parte da estrutura, reforma dos forros, parede e pisos, instalação e pintura de esquadrias, execução de rampas, reforma e adaptação de sanitários, adequações e instalações elétricas e plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI).
O coordenador observa que algumas obras foram concluídas, a exemplo da reforma da Escola Justino Quintana, Escola Estadual de Ensino Fundamental (E.E.E.F) Arnaldo Faria e outras. A E.E.E.F Senador Getúlio Vargas já teve o contrato assinado, a Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Carlos Antônio Kluwe e E.E.E.F Arhur Damé estão em fase de definições de projeto. A estimativa é realizar a licitação até o final de dezembro. A verba para essas escolas foi anunciada em junho deste ano, pelo governo de José Ivo Sartori. No total, foram disponibilizados R$ 1,68 milhão, destinado a 10 instituições de ensino da 13ª CRE, contemplando instituições de Bagé, Aceguá, Dom Pedrito e Caçapava do Sul. Os repasses vão direto para cada escola. 
Nobre informa que a E.E.E.M Silveira Martins também irá receber recurso de R$ 112.999,12 para pequenas intervenções. O coordenador não informou sobre a conclusão do ginásio. Já a E.E.E.F Risoleta de Quadros, em Torquato Severo, que está em fase de aprovação do Ensino Médio, irá receber R$ 150 mil. 
A Escola Barão de Aceguá foi uma das contempladas e irá receber recurso totalizando R$ 330 mil. Conforme o coordenador, inicialmente seria R$ 150 mil, mas houve um remanejamento para aumentar o valor e possibilitar a finalização de um projeto que estava em execução e parou por falta de recursos. Já a E.E.E.F Professora Dalva Conceição de Oliveira, em Hulha Negra, foi contemplada com R$ 118.985,68. A instituição foi revitalizada e teve ampliação do refeitório.
Em Candiota, a E.E.E.F Dario Lassance e a E.E.E.M Jerônimo Mércio da Silveira já estão com os recursos depositados na conta através do Programa Autonomia Financeira 2018.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...