ANO: 25 | Nº: 6233
28/11/2018 Segurança

Delegacia de Bagé atua em operação considerada a maior do País contra abigeato

Foto: Divulgação

Cerca de 150 policiais civis participaram da ação
Cerca de 150 policiais civis participaram da ação

A Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Bagé e o Departamento de Polícia do Interior cumpriram, na manhã de ontem, mais de 100 ordens judiciais. A ação, que integrou a Operação Patrulha, é apontada como o maior trabalho policial contra o abigeato já realizado no Brasil, sendo coordenada pelos delegados André Mendes e Cristiano Ritta, ambos titulares da Decrab de Bagé.

As investigações tiveram início no mês de maio do corrente ano. Já há sete meses, segundo divulgado, os policiais monitoram a que está sendo considerada a maior organização criminosa especializada em abigeato e furtos a propriedades rurais do Rio Grande do Sul, responsável pelo furto de mais R$ 1 milhão em gado bovino e maquinário agrícola nos últimos meses.

Segundo Mendes, a organização criminosa atacou, durante os meses de maio a novembro, os municípios de Sapucaia do Sul, Canoas, Esteio, Santo Antônio da Patrulha, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Gravataí, Montenegro Maquiné, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Tapes, Camaquã, Sentinela do Sul, Glorinha, Picada Café, Arroio dos Ratos, Encruzilhada do Sul e Campo Bom. Mais de vinte inquéritos policiais já foram instaurados.

A operação leva o nome de Patrulha por ter sido no município de Santo Antônio da Patrulha o abigeato que deu origem à investigação, que resultou na descoberta da organização criminosa. A Decrab representou por mais de 100 medidas judiciais junto ao Poder Judiciário da Comarca de Santo Antônio da Patrulha, entre elas 24 prisões preventivas e 33 mandados de busca e apreensão, além de busca e apreensão de diversos carros, caminhões, motocicletas e reboques.

A representação teve parecer favorável do Ministério Público e deferimento do Poder Judiciário da Comarca de Santo Antônio da Patrulha. As ações foram realizadas em sete municípios da região metropolitana de Porto Alegre, sendo eles Sapucaia do Sul, Gravataí, Cachoeirinha, Esteio, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Dentre os locais alvos das buscas estiveram quatro mercados - um em Canoas, um em Esteio e dois em Cachoeirinha.

Durante as investigações, os policiais apreenderam diversos animais que haviam sido furtados pelos criminosos. Em setembro deste ano, uma ação policial recuperou 60 bovinos que haviam sido furtados e estavam escondidos em um mato, no interior do município de Cachoeirinha. Na ação, duas pessoas foram presas e um veículo roubado foi recuperado. Dentre os animais apreendidos, 25 já foram restituídos para duas vítimas.

O grupo criminoso é investigado de ter furtado mais de 500 animais no período. A ação contou com a participação de 150 policiais civis de diversas cidades. Os presos foram recolhidos ao Presídio de Osório, onde permanecerão à disposição da Justiça. Também foi preso um homem que seria o líder da organização criminosa.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...