ANO: 25 | Nº: 6333
30/11/2018 Segurança

Mário Mansur: Bagé se despede de referência na Pediatria

Foto: Arquivo JM

Médico tinha 89 anos
Médico tinha 89 anos

O médico pediatra Mário Mansur morreu, aos 89 anos, no início da noite de quarta-feira, deixando a comunidade bajeense triste e se sentindo órfã de um profissional que foi referência na cidade. Ele foi velado durante a noite de quarta-feira até a manhã de ontem, quando foi sepultado, às 11h, no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé. O prefeito Divaldo Lara decretou, ontem, luto oficial de três dias em homenagem ao médico pediatra. 

Mansur nasceu em 1929. Era formado em Medicina, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, desde 1956. Atuou a maior parte da carreira na Rainha da Fronteira, onde instalou um consultório na esquina da avenida Sete de Setembro com a Doutor Veríssimo, onde atendia a comunidade em geral, com clínica geral e pediatria.

A vizinha do médico, desde a adolescência, Magda Beatriz Lemieszek, lembra muito da vida familiar do 'doutor Mário'. “Era um homem à frente do seu tempo, apaixonado pela esposa Nair, que incentivava a ser sempre moderna. Era muito feliz, um médico excepcional”, comentou.

Magda lembra que ele era um médico 'fantástico e expoente na medicina do Estado'. “Eu ouvia sempre os comentários de que ele era referência. Como família, era um homem dedicado aos filhos e à esposa, fiquei muito triste com a morte dele. Era uma pessoa especial”, disse.

A médica Elizabeth Fagundes também contou que Mansur era um pediatra muito conhecido e benquisto pela comunidade. “Quando cheguei em Bagé, lembro, claramente, das filas dobrando a esquina do consultório dele. Era benemérito, atendia pessoas que não tinham condições financeiras e não cobrava nada. Não deixava ninguém sem ser atendido”, ressaltou. Ela destaca que além da Pediatria, ele atendia com clínica geral. “Acredito que as gerações de 60 e 50 anos foram atendidas por ele. O pessoal do interior do município sempre consultava com o doutor Mário Mansur”, acrescentou.

Homenagem

Em outubro de 2013, quando Mário Mansur se aposentou, após trabalhar mais de 55 anos, no dia 18, Dia do Médico, recebeu homenagem da Câmara Municipal de Vereadores. Na ocasião, Mário Mansur Filho declarou o orgulho do pai. “Ele se dedicou a preservar a vida dos outros mesmo em situações adversas, a sua vontade superou adversidades”, disse à época.

O médico era torcedor do Guarany, do Vasco e do Grêmio, colecionava rádios antigos. Além dos filhos Mário Mansur Filho e Ana Maria Mansur, ambos médicos pediatras, também uma de suas quatro netas já atua na profissão. A jovem Helena Mansur é acadêmica de Medicina.

Comunidade
A morte de Mansur, na quarta-feira, assim que a informação veio à tona, gerou comoção significativa junto à comunidade. Somente na publicação na página da rede social Facebook do Jornal MINUANO, foram inúmeras as mensagens de solidariedade à família e de reconhecimento à atuação profissional do médico.
A leitora Cláudia Mendes disse que Mansur era um "grande médico" e que cuidou dela durante a infância. Já o jovem Paulo Velozo escreveu que qualquer pessoa em Bagé o conhecia, tinha notoriedade e excelência indubitáveis. 
A postagem de Alessanda MB destaca a perda "irreparável", dizendo tratar-se de um profissional exemplar, um verdadeiro médico da família, um ser humano iluminado, amigo, caridoso, educado e sensível. Ela, ainda, destaca que chamava o médico de "Tio Mariozinho", que teria muitas qualidades para destacar, mas preferia, simplesmente, agradecer pelo cuidado do pediatra com a sua família.
Aline de Lima Bazerque contou, em seu comentário, que ele era seu médico de toda vida, mesmo depois de adulta, ainda conta que os especialistas não acertavam o diagnóstico, mas ele sempre sabia na hora. Ela também disse que ele tinha um coração enorme, que honrou o diploma de médico. 
Dani Lopes Ferreira desejou força aos familiares e reiterou que ele era um excelente profissional da saúde e que, com sua competência, salvou várias vidas, inclusive a dela. 
 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...