ANO: 25 | Nº: 6312
04/12/2018 Fogo cruzado

Direito da Urcamp recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Foto: Paula Silva / Especial JM

Coordenador do curso, Heron Vaz, e proponente da sessão, Augusto Lara, durante evento
Coordenador do curso, Heron Vaz, e proponente da sessão, Augusto Lara, durante evento
Uma homenagem ao curso de Direito da Urcamp aconteceu, na manhã de ontem, na Câmara de Vereadores, durante sessão especial proposta pelo Augusto Lara, do PDT. O coordenador do curso, Heron Vaz, fez uma breve apresentação, contando a história e a realidade atual da graduação, que completa 50 anos em 2019.  
Na oportunidade, Vaz salientou que o curso sempre promoveu, em sua estrutura curricular, não somente a teoria e as dinâmicas práticas, mas principalmente a formação humanística dos alunos, os habilitando à capacidade de refletir criticamente acerca dos problemas individuais e sociais que encontrarão em seu caminho profissional.
O coordenador também reforçou, em seu pronunciamento, que a instituição preza pela qualidade dos profissionais no corpo docente e por uma estrutura tecnológica atualizada para atender as demandas acadêmicas e da profissão. “Contamos com novas plataformas digitais, com metodologias ativas no processo de ensino e temos a satisfação de dizer que 100% de nossas bibliografias estão nas nossas bibliotecas digitais”, declarou o professor.
Na ocasião, o vereador Augusto Lara, proponente da sessão, adiantou ao Jornal MINUANO que, no próximo ano, irá propor uma Sessão Solene para homenagear os 50 anos do Curso de Direito da Urcamp. “Vamos prestigiar os professores, tanto os atuais como aqueles que passaram pela instituição, e também os alunos. Entendemos que é uma forma de prestigiar uma instituição que traz para a nossa cidade serviços sociais”, disse.

História
O curso de Direito da Urcamp tem como data de sua fundação o dia 18 de novembro de 1969, quando, por meio de decreto, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) autorizou sua criação.
A medida se deu a partir de uma mobilização feita por Attila Taborda, fundador da FAT/Urcamp, junto ao seu filho, Tarcísio, e a outras figuras importantes no meio acadêmico da época, como o professor Carlos Rodolfo Thompson Flores, o qual se tornaria o primeiro diretor da Faculdade de Direito.
A primeira turma do curso de Direito iniciou suas aulas em março de 1970, com mais de 60 alunos, dos quais 48 se formaram bacharéis, em 1974. Sendo nomeada com o nome do professor “Davi Ulisses Simões Pires”, a turma teve como paraninfo o professor Thompson Flores e como orador o advogado João Bosco Abero.
Desde então, o curso já formou mais de quatro mil profissionais, muitos com destaques em variados quadros da área, incluindo magistraturas, Ministério Público, Defensoria e Polícia Civil.
Em 2015, o curso obteve o conceito máximo, ao ser avaliado pelo Ministério da Educação, na experiência do corpo docente e no seu Núcleo de Práticas Jurídicas, espaço que não apenas simula a prática jurídica, como também atua com assessoria jurídica gratuita para a população carente de Bagé e região.  
Em 2016, o curso foi agraciado com selo de qualidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), um título obtido por apenas oito dos 90 cursos no Rio Grande do Sul, dada a graduações que obtêm resultados acima da média no Enade e na aprovação do exame da Ordem.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...