ANO: 25 | Nº: 6208
04/12/2018 Fogo cruzado

Schardosim apresenta relatório de gestão sem sessão especial

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Secretário apresentou balanço de programas e ações durante sessão especial
Secretário apresentou balanço de programas e ações durante sessão especial
Atendendo convite da mesa diretora, o secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer, João Schardosim apresentou, ontem, durante sessão especial, no Legislativo, uma espécie de prestação de contas de sua gestão à frente da pasta. Schardosim, que é vereador, eleito pelo PSDB, mas licenciado para integrar o primeiro escalão do governo, destacou cronograma de ações, projetos e obras.
O relatório apresentado pelo secretário elenca ações em diferentes áreas, especificando resultados de programas e detalhando os estágios de projetos de infraestrutura. Schardosim destacou, por exemplo, a realização das Olimpíadas e Paralimpíadas Escolares, concluídas na semana passada. “São ações pioneiras, agora garantidas por lei”, reforçou.
O secretário garantiu que o projeto da pista de atletismo, prevista para o Complexo Esportivo Presidente Médici, está em fase de finalização. A obra, porém, só deve ser iniciada após a conclusão dos cronogramas de reformas dos campos de futebol, em função da drenagem. Schardosim comentou, ainda, que aguarda a liberação do operador financeiro para realizar a licitação do Centro de Arte e Esporte Unificado (CEU), no bairro Ivo Ferronato.

Contas
De acordo com Schardosim, Bagé ainda não viabilizou nova edição do programa Segundo Tempo, desenvolvido pelo Ministério do Esporte, em função de uma inconsistência na prestação de contas. “Não foi feita da forma correta, na gestão anterior. Hoje, a prefeitura tem que devolver, para a União, R$ 137 mil”, detalha.
O programa Segundo Tempo foi criado pelo governo federal para democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...