ANO: 25 | Nº: 6335
05/12/2018 Cidade

Coopersul recebe liberação para se tornar permissionária

Foto: Tiago Rolim de Moura

Entidade atende cerca de 5,8 mil famílias da região
Entidade atende cerca de 5,8 mil famílias da região

A Cooperativa Regional de Eletrificação Rural Fronteira Sul Ltda. (Coopersul) recebeu, ontem, o parecer favorável para transformar a entidade em permissionária e, com isso, diminuir os valores da conta de luz para os usuários da rede. A minuta do contrato deve ser encaminhada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e, em até 45 dias, deve ser realizada a mudança. Atualmente, a Coopersul trabalha como distribuidora da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) e tem seus reajustes de energia vinculados à estatal. Com a mudança, os preços serão ajustados diretamente junto à Aneel.

Conforme o engenheiro da Coopersul, Diego Rosso, já foi contratada uma empresa de Porto Alegre para realizar a análise do contrato. Ele comenta que, desde 2016, a cooperativa está buscando esta regularização, que é uma exigência do governo. "Houve mudança na metodologia e foi possível o enquadramento", comenta.

Hoje, a cooperativa compra energia e distribui com base nos valores da CEEE. Com a regularização, a entidade passa a ser regulada pela Aneel, que fica responsável pela fiscalização do serviço. A Coopersul funciona, na atualidade, na condição de autorizada. Após a mudança, deverá repassar relatórios periódicos de valores e custos para a agência. Através da documentação, justificará o motivo de seus custos elevados em relação à CEEE, que atua como sua entidade supridora, o que permitirá a entidade receber subsídio da Aneel para a nivelação dos valores.

Uma exigência do órgão nacional é que a Coopersul passe a oferecer, unicamente, o serviço de distribuição de energia. Isso, possivelmente, acarretará na terceirização de algumas atividades realizadas pela entidade, assim como na desativação de alguns setores, como a fábrica de postes e oficina de manutenção, o que deve diminuir as despesas. A agência também ficará encarregada de ressarcir os associados quando houverem cortes nos serviços da companhia.

A entidade é responsável pelo abastecimento elétrico nas casas de aproximadamente 5,8 mil famílias, compreendendo cerca de 1,7 mil quilômetros de rede. Há 45 anos na região, a Coopersul abastece todo o território de Aceguá, 95% de Hulha Negra, 40% de Candiota (na região da localidade de Seival) e 5% de Bagé.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...