ANO: 24 | Nº: 6110
05/12/2018 Cidade

Galeria Kalil é reaberta para visitação e aluguel de espaços

Foto: Tiago Rolim de Moura

Estrutura havia sido interditada, ano passado, após incêndio
Estrutura havia sido interditada, ano passado, após incêndio
Cerca de um ano após o incêndio responsável por interditar sua estrutura, a Galeria Kalil foi reaberta nesta segunda-feira. Atualmente, o local já está recebendo visitações de empresários interessados em locar uma de suas 26 salas comerciais.

De acordo com a empresária e síndica Leilah Kalil, o espaço, composto por 60 salas comerciais e apartamentos, está recebendo os últimos reparos, porém todas as salas já estão disponíveis para locação. Ela salienta que alguns pontos, inclusive, já estão com destino definido, como o que abriga uma escola de música e o que volta a receber uma loja especializada em acessórios e assistência técnica de telefones celulares.

O proprietário da loja de assistência técnica para celulares, Tiago Stival, conta que está com boas expectativas para a volta de seu estabelecimento ao local, marcado para a próxima segunda-feira, 10 de dezembro. Nascido em Santa Maria, ele conta que chegou a Bagé há cerca de 13 anos. Quando o sinistro aconteceu, Stival já tinha sua loja, naquele lugar, há mais de 10 anos e meio. "Foi o lugar onde comecei minha vida. Cheguei aqui sem nada e montei minha loja naquele ponto. Foi uma perda terrível. Tive que começar tudo do zero, em um ponto alugado. Agora, vamos voltar com uma nova estrutura, então só tenho alegria e ótimas expectativas para esse retorno", declara.

De acordo com informações da equipe de vigilância do local, por enquanto, a galeria está aberta das 7h30min às 11h45min e das 14h às 18h. No entanto, o horário pode ser redefinido até o final do ano, para acompanhar o horário dos estabelecimentos que locarão as salas.

Quem desejar mais informações sobre o aluguel das salas, pode entrar em contato com as imobiliárias que estão responsáveis pelos espaços.

Relembre

A Galeria Kalil foi interditada no dia 25 de novembro de 2017, após sofrer estragos durante um incêndio, que, na noite anterior, consumiu uma loja especializada em jogos de videogame, localizada próximo ao acesso pela avenida General Osório.

Após o ocorrido, o restauro do espaço teve certo atraso devido a questões burocráticas de seguro e definição de empresa que realizaria os reparos. A intervenção recuperou a alvenaria e a pintura interna, além de contar com troca de algumas grades e renovação de toda a parte elétrica da estrutura, já com as adaptações exigidas pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...