ANO: 24 | Nº: 6110
06/12/2018 Campo e Negócios

Núcleo de Produtores de Terneiros encerra calendário de atividades

Um jantar em sua sede, na noite de segunda-feira, marcou o encerramento das atividades do Núcleo de Produtores de Terneiros de Corte em 2018. De acordo com o vice-presidente, Alfredo Pinheiro, o calendário do ano foi marcado pela realização de quatro feiras. Uma delas teve como diferencial o atendimento de demandas dos produtores que plantam soja.
"No final de setembro, estes produtores precisam tirar os terneiros das pastagens. No total, colocamos à disposição mais de três mil terneiros e, felizmente, em todas as feiras, ocorreu pista limpa, satisfazendo tanto os vendedores quanto os compradores", afirma.
Paralelo à organização das feiras, Pinheiro ressalta que, em 2018, o Núcleo de Terneiros também direcionou suas atenções para atividades ligadas à extensão rural, como os dias de campo realizados em Palmas, Dom Pedrito e Aceguá, e palestras com profissionais especializados.
Pinheiro destaca um terceiro aspecto, que é o social, pelo fato da produção envolver o trabalho com o frigorífico local. "Quando os novilhos são abatidos no frigorífico de Bagé, cerca de mil funcionários são mobilizados. E cada um tem, em média, quatro dependentes. Então, essa atividade mobiliza quatro mil pessoas. Isso sem falar que o frigorífico tem o maior ICMS na cidade, o que gera mais arrecadação para a administração municipal. Então, o núcleo estimula uma atividade social e o recolhimento de um tributo pela prefeitura", salienta.
Para 2019, as datas das próximas feiras já foram escolhidas. Entretanto, ainda devem passar pela aprovação da Secretaria de Agricultura. "Eles sempre procuram aprovar em datas que não coincidam com outras feiras oficiais da região", conclui.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...