ANO: 25 | Nº: 6331
13/12/2018 Segurança

Corpo de Bombeiros lança Sistema Online de Licenciamento

Uma etapa de gestão em segurança e prevenção contra incêndio no Rio Grande do Sul avançou, nesta segunda-feira, para o trâmite de processos de licenciamento no Estado, com o lançamento do Sistema Online de Licenciamento (SOL) do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS).
O ato iniciou com a apresentação do Planejamento Estratégico 2017-2021 do Corpo de Bombeiros, onde nove comandantes receberam o manual estratégico, após a elaboração, em março de 2017, dividido em quatro etapas e com a validação dos oficiais de todos os batalhões. Após, foi lançado o SOL, que vai reduzir o prazo de licenciamento para Planos de Prevenção e Proteção contra Incêndio (PPCI) de 300 dias para a média estimada de um mês, via tramitação eletrônica.
A primeira fase do licenciamento consistirá, exclusivamente, no cadastro de novos usuários e responsáveis técnicos, além da organização do banco de dados do novo sistema. A partir do segundo semestre de 2019, todos os PPCI’s já estarão ativos online, facilitando ao cidadão, que não precisará se deslocar até as unidades de atendimento do CBMRS para obter o seu alvará.
O SOL poderá ser acessado de qualquer dispositivo móvel e terá serviços como consulta técnica online e consultas públicas aos cidadãos sobre a regularização em segurança contra incêndio dos empreendimentos. De acordo com o governador José Ivo Sartori, do MDB, toda ação que vai em direção à melhoria do atendimento à sociedade é o resultado da construção e modernização de ferramentas incorporadas pelo Corpo de Bombeiros. “Segurança se faz com pessoas, equipamentos, viaturas, mas também com o conceito da prevenção”, aponta.
O secretário de Segurança Pública, Cézar Schirmer, também reforçou que o avanço das iniciativas para os bombeiros, desde que se constituiu em um corpo autônomo, após o desmembramento da Brigada Militar, já traz resultados. “Pelo volume de demandas de licenças encaminhadas, já será possível chegar em um nível adequado de atividades para atender os licenciamentos”, afirma o secretário.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...