ANO: 25 | Nº: 6383

Fernando Risch

fegrisch@gmail.com
Escritor
14/12/2018 Fernando Risch (Opinião)

Ainda não sinto o gosto do Natal

Faltam 15 dias para o fim do ano. Duas semaninhas. Oito para o Natal. Busquei nos arquivos do Jornal MINUANO o que eu havia escrito no ano passado. O sentimento era de surpresa, eu não percebera o Natal chegar e ele bateu à minha porta numa manhã qualquer. Neste ano, é diferente. Eu quero o Natal, eu desejo o Natal – eu até topei participar do Amigo Secreto da família, algo inconcebível –, mas eu ainda não consigo sentir seu gosto.
 
Dias desses, sonhei que chegava à ceia, com a família reunida, e admitia, em voz baixa e risonha, a um tio meu, que esquecera de comprar todos os presentes. Aquilo era uma mensagem do meu subconsciente, me alertando pelo que avisava. Eu ainda não comprei um presente sequer e nem estou motivado a isso, apesar de querer me embeber – não apenas beber – do espírito natalino. Toda vez que vejo um Papai Noel na rua, penso que as lojas estão se antecipando demais à data, como se minha cabeça ainda estivesse em setembro.
 
O ano foi pesado, sim. Teve a Copa do Mundo, que nem podemos afirmar que tenha nos dado dor de cabeça. Também teve a eleição, e essa sim, maltratou mentes e corações. E assim como o ano passou lento, nesses desgastes naturais de anos finalizados em número par com eleição presidenciais, ele passou rápido. Tão rápido que fevereiro parece foi ontem, mas amanhã já está o Carnaval lhe requerendo um remelexo de quadril.
 
Talvez seja o meu envelhecimento mental precoce, juntamente da minha ranzinzice habitual, que me faça perder, ao longo dos anos, o espírito das festas de final de ano. Não sei. É apenas uma teoria. O que sei por agora, neste bater de sinos pequeninos de Belém, é que ainda não consegui me desgrudar do vortex cotidiano sério, laborioso e concentrado. Quando eu menos esperar, estarei comendo peru gelado e bebendo um espumante de marca duvidosa, me perguntando quando foi que o Natal chegou e eu nem percebi. Preciso comprar os presentes.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...