ANO: 25 | Nº: 6382
18/12/2018 Segurança

Chuva e vento destroem casas e derrubam árvores e totens na cidade

Foto: Antônio Rocha

Placas foram arrancadas com vendaval
Placas foram arrancadas com vendaval
O vento provocou estragos, no início da tarde de ontem, em Bagé. Duas casas foram totalmente destelhadas. Os moradores solicitaram auxílio para a Defesa Civil. Um carro foi destruído com a queda de uma árvore. Placas também foram torcidas e arrancadas. Empresas também registraram prejuízos com queda de árvores e placas.
Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as rajadas de vento, por volta das 13h30min, chegaram a 67,68 quilômetros por hora (km/h). Às 14h, as rajadas registradas foram de 77 km/h (momento em que começaram as quedas e destelhamentos). Em todo o Estado, houve quedas de árvores, de energia e também casas destruídas.
Segundo o coordenador da Defesa Civil de Bagé, tenente Ronaldo Rosa, o serviço de apoio e auxílio socorreram famílias que tiveram casas destelhadas. “Estivemos em duas propriedades. Em uma, na rua Conde de Porto Alegre, as telhas caíram em sua totalidade. Já no bairro Tarumã, também houve destelhamento quase total de uma residência. Nestes casos, auxiliamos doando lonas para que seja feita uma contenção”, explica.
O morador da rua Conde de Porto Alegre, 362, Gabriel Correia, contou que durante os ventos, as telhas ‘foram saindo’. “Temos uma laje, mas caíram todas as telhas. Foi um barulho muito forte. Agora vamos ver o que dá pra fazer para arrumar”, lamenta.
A Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE-D) atuava em diversos pontos da cidade, na tarde de ontem. Na avenida Venâncio Aires, o semáforo foi derrubado durante o vendaval. Alguns pontos do centro ficaram sem energia elétrica durante a chuva, no início da tarde.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...