ANO: 26 | Nº: 6557
27/12/2018 Segurança

Morre a professora Rafaela Gonçalves Ribas

Foto: Divulgação

Docente havia lecionado na Urcamp
Docente havia lecionado na Urcamp
Morreu, aos 84 anos, na noite de terça-feira, em Taubaté, Estado de São Paulo, a professora de Português e Literatura, Rafaela Gonçalves Ribas. Ela, que morava em Bagé, estava visitando a filha, Bárbara Patrícia Ribas Sá.

A professora já havia sido docente da Urcamp, nos cursos de Letras e Direito. Integrante do Rotary Clube, fazia parte de diversos grupos de poesia, como Cultura Sul e Associação Amigos da Biblioteca. Foi professora da rede estadual, poetiza e patrona da Feira do Livro.

Nas redes sociais, as amigas, algumas também poetizas, escreveram mensagens de despedidas pela perda. A escritora Sônia Alcalde descreveu a professora como amiga e poeta. "Lembranças queridas ficam abraçando a família extensa: consanguínea, de afetos e admiradores do Cultura Sul, da Associação dos Amigos da Biblioteca Pública de Bagé, e outros grupos que participou, além de centenas de alunos onde deixou marcas de sua sabedoria", mencionou.

A também poetiza Sarita Bárros, lamentou a despedida. "A partida da poeta e amiga Rafaela Gonçalves Ribas para o Cultura Céu deixou Bagé enlutada. As palavras secaram na garganta", disse.

A professora da Urcamp, Ada Guimarães, destacou que o grupo Cultura Sul está de luto com a perda. "Fico triste em saber da partida de nossa poeta, patrona da Feira do Livro, professora e grande apoiadora da cultura", complementou.
A amiga da filha de Rafaela, Maíra Caminha, também disse sentir a perda da "tia Rafa", como ela a chamava. "Ela é mãe da minha melhor amiga da vida, foi um prazer ter convivido com ela, a tia Rafa era uma querida", mencionou.

A Urcamp, em nome da reitora Lia Maria Herzer Quintana, lamentou, com pesar, o falecimento da professora Rafaela Gonçalves Ribas, docente que atuou nos cursos de Direito e Letras da instituição. "Nosso carinho e conforto a todos os familiares", citou mensagem publicada nas redes sociais.

O corpo de Rafaela, até o fechamento desta edição, estava sendo transladado para Porto Alegre e, segundo previsto, deveria chegar em Bagé na madrugada de hoje. O sepultamento está agendado para esta quinta-feira, no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé. Rafaela era viúva de Darcy Ribas e deixa a filha Bárbara Patrícia Ribas Sá e os netos Gustavo Ribas Sá e Fabiana Ribas Sá.

BOX
O escritor Luiz Coronel enviou uma poesia em homenagem à professora:

"Cada vez que eu chegar em minha cidade

saberei que uma ausência,

um riso de encontro contente,

um aplauso oriundo do afeto, já não me esperam.

Nossa juventude sentia ouvir o tempo andando de balanço nas frias noites de inverno. Somos súbitos da minúscula república da Praça Esporte.

RAFAELA finge que morre.

Está conosco.

Pede licença, pois apesar de ruidosa,

está precisando repousar sobre nossa memória".

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...