ANO: 25 | Nº: 6335
29/12/2018 Esportes

Guarany recebe primeira parcela referente à venda de Jailson

Foto: Antônio Rocha

Sabella quitou a reconstrução do muro do Estádio Estrela D'alva
Sabella quitou a reconstrução do muro do Estádio Estrela D'alva
O presidente do Guarany, Pedro Trindade Martins, o Sabella, afirmou que vai encerrar seu período na presidência do alvirrubro com R$ 20 mil em caixa. O valor é resultado do recebimento da primeira parcela referente à transação de Jailson. O volante começou no time bajeense, em 2012. Depois, jogou no Grêmio, quando conquistou títulos com o tricolor e acabou sendo vendido ao Fenerbahçe, da Turquia.

Como clube formador, o alvirrubro tem direito a até 5% do valor do atleta em transferências internacionais. Quem representa o clube nesse processo é o advogado Glauco Pantojo de Godoy, de São Paulo.

Com o valor recebido, Sabella conta que pagou R$ 38 mil em dívidas. Foram quitadas contas com jogadores, acordos com funcionários, processos trabalhistas e compromissos com credores, conforme o presidente. Após o pagamento, ainda foi possível reservar R$ 20 mil, que ficarão à disposição da futura diretoria. O clube ainda deve receber outras três parcelas referentes à venda de Jailson, mas o presidente não divulgou valores.

Sabella confirmou que não vai ser candidato à presidência. Ele agradeceu aos torcedores e empresários. O presidente ressaltou o agradecimento à Concrefort, que realizou a reconstrução do muro do Estádio Estrela D'Alva. O atual presidente também conta que continuará envolvido com a organização do clube, membro do conselho deliberativo e estará à disposição do próximo presidente. "Desejo que o clube saia da Terceira Divisão, que não é o lugar do Guarany", finalizou.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...