ANO: 25 | Nº: 6334
31/12/2018 Retrospectiva 2018

Bagé teve menos homicídios em 2018

Foto: Reprodução JM

Por Jéssica Velleda

O ano de 2018 registrou 14 casos de homicídio, o que representa pouco mais de 60% dos 22 assassinatos registrados em 2017. O delegado regional da Polícia Civil, Luís Eduardo Benites, além da redução da quantidade de crimes contra a vida, houve quase 100% de elucidação. “Acredito que isso é fruto da intensidade da realização de operações contra os diversos tipos de crimes”, explicou.

- No dia 29 de janeiro, a Rainha da Fronteira registrou seu primeiro homicídio. Edson Leandro da Silva Lopes, de 26 anos, foi morto a facadas no interior do Presídio Regional de Bagé. De acordo com os agentes penitenciários, a vítima e o acusado Leandro Pires, de 27 anos, acabaram brigando, em virtude de que Edson teria vendido um cobertor sem autorização.

- Poucos dias depois, na noite do dia 31 de janeiro, foi encontrado o corpo do ex-coordenador da 18ª Região Tradicionalista e conselheiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Gilberto Bittencourt Silveira, de 48 anos. O crime ocorreu no bairro São Judas Tadeu.

O suspeito do crime, Rafael da Costa Pinheiro, foi preso horas depois. Após as investigações, a Polícia Civil chegou à conclusão de que foi um latrocínio, organizado pela facção Zona Leste, a mando de Tiago Rafael Leges Ferreira, o Mochilão. Ao todo, três pessoas foram condenadas pela Justiça de Bagé.

- O terceiro homicídio foi registrado em 26 de fevereiro. Djavan Fernandes, de 34 anos, foi morto a facadas no centro de Bagé. Um dos acusados pelo crime, Alberto dos Santos, foi preso em flagrante na manhã do dia seguinte. O crime ocorreu durante uma briga, porque a vítima teria furtado um moletom. Em março, foi preso Maurício Rodrigues dos Santos, de 23 anos, outro acusado de ter matado Djavan.

- Em 10 de abril, o corpo de Iago de Freitas Arriera, de 21 anos, foi encontrado carbonizado, em um campo, no bairro Stand. Wiliam Lima Gonçalves, de 21 anos, e Éderson Eliezer Veloso Gulart, de 28 anos, foram presos preventivamente pelo crime. Dias depois, o terceiro suspeito, Peter Saimom Lopes, de 23 anos, foi preso na zona rural de Hulha Negra

- No dia 12 de abril, Rodrigo Fonseca Garcia, de 31 anos, foi preso pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver da sua esposa, Darlene da Silva Pires, de 36 anos. Darlene estava desaparecida há dois dias e o próprio acusado foi quem denunciou o desaparecimento. Após as investigações, o acusado apontou à polícia onde estava o corpo da vítima. Segundo a investigação preliminar, a motivação do crime seria uma discussão depois de que a motocicleta, em que o casal estava, ter apresentado problemas. O acusado teria desferido golpes de capacete na cabeça da vítima e enterrado o corpo em um campo.

- O sexto homicídio do ano foi registrado no dia 29 de junho. Moisés Winki da Silva, de 36 anos, foi encontrado morto na zona Norte de Bagé, com diversos ferimentos de faca pelo corpo. A vítima teria envolvimentos com o tráfico de drogas e esse teria sido o motivo do crime. Foram presos Mauricio de Oliveira Nunes, de 26 anos, e Vinícius de Oliveira Brasil, de 28 anos.

- No dia 6 de agosto, uma briga no bairro Damé, durante uma festa de aniversário, terminou na morte de Flávio Antônio Saraiva Franco, de 29 anos. Segundo registro, a vítima teria sido esfaqueada no peito por Sebastião Valacir dos Santos, de 44 anos. Santos é o proprietário da residência onde a festa estava acontecendo e relatou que havia sido agredido por Franco, tendo utilizado uma faca para se defender.

- Cleberson de Oliveira Machado, de 31 anos, foi encontrado morto a pauladas no dia 27 de setembro, na região da Coxilha do Fogo. Próximo a residência da vítima, foram presos os suspeitos Dionatan da Silva Silva e Anderson Souza Araújo, em posse da bicicleta que pertencia a Cleberson. A investigação ainda apreendeu pedaços de ferro e uma faca que teriam sido utilizados no crime.

- O idoso Paulo Sérgio Barcellos Dutra, de 63 anos, foi a nona vítima de homicídio. Ele morreu no dia 2 de outubro, depois de estar hospitalizado desde o dia 25 de setembro. Ele tinha sido esfaqueado por Gilberto Alonso Pigmones, de 62 anos. O acusado disse que recebeu uma pancada na cabeça desferida pela vítima e teria revidado com uma facada. Segundo o registro, no momento da agressão, o autor estaria cortando carne.

10º - Em uma residência, localizada na BR-153, Wanderlei Silva Martins, de 75 anos, foi encontrado morto no dia 19 de outubro. O idoso tinha lesões de disparo de arma de fogo e facadas pelo corpo. A casa também estava bagunçada, mas não foram encontrados sinais de arrombamento. Nem celular, documentos e dinheiro da vítima foram encontrados. Cláudio Gerson Candiota Gulart e Júlio Amorim Antunes, ambos de 21 anos, foram presos acusados de cometer o latrocínio. O proprietário da fazenda onde os dois acusados estavam trabalhando, localizada em frente à casa da vítima, também foi preso.

11º - O jovem Wesley Ribeiro da Silva, de 17 anos, foi baleado em frente à sua residência, no dia 28 de outubro, se tornando a 11ª morte violenta registrada no ano. O pai da vítima contou que dois homens desceram de um veículo e executaram o seu filho. O jovem morreu no hospital.

12º - No dia 30 de outubro, o apenado Luan Monteiro Scholante, de 27 anos, foi morto a facadas pelo também detento Leandro de Souza Sapirain, de 36 anos, dentro Presídio Regional Bagé. Segundo o acusado, o crime foi como forma de quitar uma dívida com outro detento. A família da vítima afirmou que iria processar o Estado do Rio Grande do Sul por negligência.

13º - Eliquian Freitas Coelho, de 22 anos, foi assassinado no dia 3 de novembro, no bairro Habitar Brasil. Segundo testemunhas a vítima e o acusado, de 14 anos, teriam se encontrado na rua  e discutido, quando o menor sacou uma arma e atirou. O adolescente foi encaminhado para o Centro de Atendimento Socioeducativo de Pelotas.

14º - No sábado 15 de dezembro, John Daver Pamplona, de 23 anos, morreu após ficar internado desde o dia 9. Segundo o registro, um familiar relatou que a vítima foi hospitalizada com facadas no rosto, no braço e na região abdominal. A única informação sobre o crime é que teria acontecido durante um evento de motocicletas em Bagé. É o único caso que ainda não foi resolvido.
15º - A 15ª morte violenta de 2018 foi registrada na madrugada do dia 22 de dezembro, no bairro Passo das Pedras. Mateus Lopes Munhoz, de 24 anos, foi morto a tiros. Até o fechamento deste resumo, as investigações ainda estavam em andamento e, segundo o delegado regional Luís Eduardo Benites, já havia um suspeito.

Indefinição

No dia 4 de dezembro, Brayan Douglas Argenta Leite, de 24 anos, foi encontrado morto às margens da estrada do Espantoso, próxima à BR-153, em direção a Aceguá. Os agentes encontraram a vítima sem vida, amordaçada, com os braços e pernas amarrados e com diversas perfurações de tiros pelo corpo. O jovem morava em Bagé. Segundo o delegado Benites, a perícia irá definir se o homicídio ocorreu na Rainha ou na Princesa da Fronteira.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Carregando...