ANO: 25 | Nº: 6334
31/12/2018 Retrospectiva 2018

Cerca de 50 arremessos de objetos foram flagrados, neste ano, no Presídio Regional de Bagé

Foto: Reprodução JM

Por Cristiane Ramires

O ano não foi outro qualquer quando se trata do Presídio Regional de Bagé. Além da morte de dois detentos e a fuga de outros nove, dos quais ainda três não foram recapturados, houve cerca de 50 casos registrados de objetos arremessados para dentro da casa prisional. Em alguns casos, os responsáveis foram localizados e presos, mas na grande maioria dos registros não foi possível descobrir nada além dos objetos apreendidos.

Em determinado momento, a frequência com que aconteciam esses casos já não era motivo de surpresa. Mas o que surpreendeu foi a diversificação dos objetos arremessados. Dentre os objetos flagrados estão centenas de telefones celulares e carregadores. Todos os tipos de drogas também já foram apreendidas em arremessos flagrados por agentes de segurança, além de bebidas e facas. Até mesmo um videogame e um pombo correio já foram jogados pelos muros do Presídio Regional de Bagé (PRB).

Os métodos para cometer esse tipo de crime foram sempre muito similares. Os objetos sempre eram colocados em sacolas, bolsas ou mochilas, que eram jogadas por cima do muro do PRB. As câmeras de segurança e a guarda externa não se mostraram suficientes para coibir estas ações, feitas, em alguns casos, com a certeza da impunidade. Ao todo, foram cerca de 50 reportagens publicadas nas páginas do Jornal MINUANO, o que significa uma média de quase uma publicação por semana.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Carregando...