ANO: 25 | Nº: 6356
09/01/2019 Cidade

Secretaria investiga suspeita de resíduos de agrotóxicos em árvores do centro de Bagé

Foto: Divulgação

Plantas estão com retorcimento no caule
Plantas estão com retorcimento no caule
Após denúncias de moradores, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa (Semapa) investigou uma suspeita da presença de resíduos do agrotóxico 2,4-D - muito utilizado em plantações de soja no combate à erva daninha denominada "buva" - em algumas regiões do município. O laudo técnico, assinado pelo biólogo da prefeitura, Rodrigo Kanaan, indicou rastros do herbicida.

Conforme Kanaan, a identificação foi feita visualmente, a partir da análise sintomática em árvores em três locais, incluindo a avenida General Flores da Cunha, em frente ao Hospital Universitário, e as ruas Lili Lucas de Souza Pinto e Padre Pedro Luiz Bottari, ambas no Jardim do Castelo. O biólogo informa que o laudo foi baseado na bibliografia da Embrapa e desenvolvido após a observação de sintomatologia nos vegetais que causam a epinastia da planta. Efeitos como o retorcimento do caule, destruição do sistema radicular e morte, frisa ele, são exemplos causados pelo herbicida na lavoura.

De acordo com o biólogo, ainda não foi realizada a análise laboratorial, que somente deve ser desenvolvida em meados de agosto ou setembro, quando o herbicida é aplicado nas lavouras. “Devemos realizar a coleta das amostras e encaminhar para a Secretaria de Saúde do Estado. Por enquanto, é uma suspeita inicial”, comenta. O biólogo salienta que, dependendo do grau de contaminação, o herbicida pode levar à morte da planta.

Contaminação

O 2,4-D é um produto químico utilizado na agricultura para o controle de ervas classificadas como daninhas. Os herbicidas constituem um tipo de pesticida. As vantagens da utilização deste produto são a rapidez de ação, custo reduzido, efeito residual e não revolvimento do solo. Os problemas decorrentes da utilização são a contaminação ambiental e o surgimento de ervas resistentes.

O ácido diclorofenóxiacético 2,4-D foi um herbicida produzido durante o programa da guerra química e biológica no período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), sendo também utilizado na guerra do Vietnã (1954-1975), fazendo parte, juntamente com o herbicida 2,4,5-T e o pentaclorofenol, de um composto conhecido como agente laranja, que era utilizado como desfolhante das florestas vietnamitas. Desde então, o 2,4-D vem sendo utilizado no controle seletivo de ervas daninhas, principalmente em pastagens, pois, nesta situação, controla dicotiledôneas, preservando as monocotiledôneas. Sua ação nas plantas mimetiza os hormônios vegetais conhecidos como auxinas.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...