ANO: 25 | Nº: 6383
11/01/2019 Segurança

Acusado de matar jornalista bajeense é condenado a 20 anos de prisão por latrocínio

A 2ª Vara Criminal da Comarca de Porto Alegre definiu, nesta segunda-feira, a condenação do acusado de ter matado o jornalista bajeense Tagliene Padilha da Cruz (Tagli), 33 anos, no dia 23 de abril de 2017. O réu, Maurício de Souza Machado, 25 anos, foi sentenciado a 20 anos de prisão pelo crime de latrocínio.

O acusado estava preso, preventivamente, no Presídio Central de Porto Alegre, desde 2017. Ele foi detido na noite de 11 de maio, no município de Carlos Barbosa, onde estaria escondido após o assassinato.

O crime aconteceu no apartamento do jornalista, na avenida João Pessoa, bairro Farroupilha, em Porto Alegre. O laudo do Instituto-Geral de Perícias (IGP) confirmou que a morte da vítima foi por asfixia por estrangulamento.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...