ANO: 24 | Nº: 6161
15/01/2019 Campo e Negócios

Agrovino fatura cerca de R$ 425 mil, contabiliza Abaco

Foto: Antônio Rocha

Organização projeta crescimento para próximas edições
Organização projeta crescimento para próximas edições
Nem mesmo as fortes chuvas que atingiram Bagé na semana passada impediram que a 11ª edição da Agrovino alcançasse números expressivos. O evento, realizado pela Associação Bajeense de Criadores de Ovinos (Abaco), em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), registrou vendas significativas, tanto nos remates oficiais quanto nos de rebanho geral, alcançando um faturamento de R$ 425 mil, segundo a organização.
Para o presidente da Abaco, Geraldo Brossard Corrêa de Mello, a avaliação desta edição da Agrovino é positiva. "Dentro do cenário de chuvas que tivemos, conseguimos garantir a estrutura necessária para acomodar a todos da melhor forma possível. E ainda tivemos uma colaboração, já que, nos momentos cruciais, o tempo deu uma trégua", mencionou, ao destacar o que considerou de excelente o acondicionamento de mangueiras.
Com 262 animais inscritos, esta edição foi marcada pela primeira Nacional Romney Marsh, além da etapa internacional da mesma raça. Além disto, estiveram expostos exemplares de Merino Australiano, Ideal, Corriedale, Hampshire Down, Texel, Ile de France, Crioula e variedades Naturalmente Coloridas.
"Lamento, apenas, que em função do mau tempo, deixamos de contar com a participação de cerca de 200 animais de rebanho geral. Caso isto ocorresse, tenho certeza, o faturamento do evento seria superior aos R$ 500 mil", estima Mello, ao destacar os bons números alcançados pelas cabanhas que colocaram animais em pista. "Só a São Matheus vendeu todos, faturando algo na casa dos R$ 120 mil", exemplificou.
Fechado o ciclo de janeiro, o presidente da Abaco já adianta tratativas para a próxima edição, ano que vem. Ele confirma, por exemplo, tratativas adiantadas para trazer, até Bagé, a Nacional da raça Ile de France. "Isto está sendo alinhado. Estamos ranqueados e produtores estiveram aqui, conosco, abordando sobre isto", mencionou. Por fim, disse entender que a feira de Bagé 'está consolidada por criadores das mais variadas raças e, assim, a cidade está dentro do calendário" da ovinocultura.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...