ANO: 25 | Nº: 6485
15/01/2019 Cidade

Estudantes realizam protesto contra o aumento da passagem de ônibus

Foto: Daiane Lima/ Especial JM

Grupo se reuniu em frente à Prefeitura
Grupo se reuniu em frente à Prefeitura

A possibilidade de aumento na tarifa do transporte coletivo gerou um manifesto por parte de estudantes. O grupo organizou uma mobilização em frente a Prefeitura, segunda-feira, para expressar o desacordo com o aumento em pauta na atualidade.
O valor das passagens de ônibus não tem aumento desde 2016 e as empresas que realizam o serviço no município apresentaram um estudo propondo a suba do valor atual, de R$ 3,05, para R$ 4,21. O novo valor foi tratado pelo Conselho Municipal de Trânsito e Transporte Urbano e Rural (Comtur), que sugeriu o valor de R$ 3,75. O aumento somente pode ser consolidado através de decreto do prefeito Divaldo Lara.
De acordo com as estudantes Cristiane Fonseca, 25 anos, e Natanna Antunes, 21 anos, que organizaram a mobilização através das redes sociais, o aumento afeta toda a população. Cristiane salienta que não tem sentido o aumento, visto que o serviço não tem qualidade. “Serão R$ 70 a mais em cada passagem. Isso onera muito no orçamento”, relata.
O vereador Lélio Lopes (PT) ressaltou que o aumento não tem sentido, visto que é muito superior a inflação do período. Ele informou que nenhuma entidade estudantil participou da reunião do Comtur e a indicação do valor foi feita de maneira arbitraria. A direção da Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba) também se manifestou contra o reajuste.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...