ANO: 25 | Nº: 6334

Jessica Pacheco

19/01/2019

Coluna Social

Foto: Reprodução JM

TÔ NA PRAIA - Já em Siriú, Santa Catarina, a bajeense que faz conexão entre a terrina e a Capital Gaúcha, Paula Chiesa, está curtindo as férias e aproveitando toda energia da praia!
TÔ NA PRAIA - Já em Siriú, Santa Catarina, a bajeense que faz conexão entre a terrina e a Capital Gaúcha, Paula Chiesa, está curtindo as férias e aproveitando toda energia da praia!
PROJETO CLIC B

Coluna Social e demais redes, geralmente, são inundadas pela fotografia. Compartilhamos pelo cenário, pela maquiagem, pelo momento, pela festa, pelas atitudes que são registradas e, de alguma forma, são a continuação, depois de muito tempo, daquilo que fomos ou nos tornamos. E é por isso que a tecnologia está sempre aliada a este contexto. Celulares, que muitas vezes reclamamos sobre o sinal, dotados de câmeras e apetrechos para que possamos andar entrelaçados com essa nova era. Mas, se pararmos para pensar, nem todos têm acesso a isso. E, mais que isso, em anos anteriores já escrevi que tirar a foto está muito além do que apenas clicar. É preciso ter talento para ser um artista. Analisando exatamente sob todos os ângulos, quatro jovens do curso de Jornalismo da Urcamp focaram suas lentes em apenas um ideal: a sociedade desprovida de recursos.
Uma formatura. Um aniversário. Os tão sonhados 15 anos. Eventos que, se acontecem, são a muito custo, reunindo cada centavo para proporcionar um dia que nunca deve ser esquecido. Lugar definido, traje escolhido, convidados confirmados e a emoção de realizar um sonho. Mas, e o fotógrafo?! Ah, nesses casos, fotografia se torna um custo adicional, que pode ser deixado, infelizmente, do lado de fora. Foi por isso que Filipe Torres, Nathália Godoy, Rodrigo Kluwe e Rômulo Rodrigues se uniram para criar o projeto Clic B. Uma empresa composta por estudantes apaixonados pelo visual. E que, juntos, tomaram como meta o objetivo de nunca deixar que momentos como estes passem em branco. Eles, que são profissionais da área, abriram mão do monetário pensando apenas em eternizar o olhar emocionado de quem lutou muito para chegar até ali. Nasce a Clic B. Mas nasce, acima de tudo, a esperança de ver alguém fazendo o bem.
De acordo com o grupo: "Vivemos em um mundo capitalista, que somente busca o valor real. Mas o que a nossa equipe sempre vai buscar é um valor chamado GRATIDÃO".
Quer saber mais sobre o projeto?! Então acesse as redes sociais da Clic B. Além desse projeto de eventos, a cada 300 curtidas eles estão sorteando um book gratuito para aqueles que não têm condições de pagar um ensaio.

Foto 01 – Filipe Torres Pérez é um dos idealizadores do projeto e foi a minha fonte para descobrir sobre esse trabalho tão legal e inspirador

Foto 02 e 03 – (FAZER MONTAGEM CRIATIVA DAS DUAS) – A Clic B também está inserida no contexto de entidades. Nestas duas fotografias, Filipe Torres fez um ensaio com as senhoras da Vila Vicentina.

ELEGÂNCIA MODO ON
Foto 04 – Isabel Messias é referência em elegância, mas, acima de todo e qualquer estereótipo visual, ela é uma das pessoas que tanto se preocupa em estar presente no âmbito da solidariedade. Em uma só fotografia, conseguimos falar de moda e social, já que ela é super ativa quando se trata de eventos da Casa da Menina, por exemplo. De bolsa na mão, ou avental no peito, esse coração está sempre aberto.

TÔ NA PRAIA
Foto 05 – E lá pela praia do Cassino, Reginaldo e Marciéli Freitas registraram o arco-íris. Um clic que rendeu mais de 300 likes na rede social. A praia, o amor e certas coisas da natureza. Quer mais o quê?!

Foto 06 – Já em Siriú, Santa Catarina, a bajeense que faz conexão entre a terrina e a Capital Gaúcha, Paula Chiesa, está curtindo as férias e aproveitando toda energia da praia!

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...