ANO: 25 | Nº: 6455
26/01/2019 Cidade

Aneel vai avaliar trabalhos na Pampa Sul

Foto: Fábio Campos / Especial JM

Pelo leilão de energia, a termelétrica teria que começar a sua operação em 1º de janeiro de 2019
Pelo leilão de energia, a termelétrica teria que começar a sua operação em 1º de janeiro de 2019
Como noticiado nesta semana pelo Jornal MINUANO, o cronograma de implantação da Usina Termelétrica Pampa Sul (Miroel Wolowski), localizada no Seival, em Candiota, foi modificado. Segundo a Engie Brasil, proprietária do empreendimento, este atraso se deu em função do grande volume de chuvas registrado desde o início da construção da usina, em agosto de 2015.

Pelo leilão de energia, ocorrido no final de 2014, a termelétrica teria a obrigação de começar a sua operação comercial no dia 1º de janeiro de 2019. Essa mudança foi comunicada pela própria empresa à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), através dos relatórios mensais de acompanhamento. Em nota, a Aneel confirmou que a nova data prevista seria o dia 30 de junho de 2019.

Apesar da entrada em operação comercial com atraso ter sido informada, a Aneel ressalta que vai avaliar em processo de fiscalização os motivos que levaram a este adiamento. No relatório de acompanhamento do mês de janeiro 2019, publicado no site da Agência, a UTE Pampa Sul apenas justificou a nova previsão pelo "estágio atual das obras".

A nota enviada pela assessoria de imprensa ressalta que, até o momento, não há decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica sobre eventual excludente de responsabilidade da empresa ou penalidade aplicada pelo atraso. Ainda, ressalta que o processo de avaliação da situação irá respeitar os princípios do contraditório e da ampla defesa.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...