ANO: 25 | Nº: 6260
26/01/2019 Cidade

Consultor diz que 2019 terá mudanças positivas para a Campanha gaúcha

Foto: Divulgação

Bajeense atua há mais de 25 anos assessorando empresários no campo e cidade
Bajeense atua há mais de 25 anos assessorando empresários no campo e cidade

O consultor empresarial gaúcho Vinicius Paiva da Silva, de Vilhena, no estado de Rondônia, tem mais de 25 anos em experiência em assessorar proprietários rurais e empresários urbanos, tanto em Rondônia quanto no Mato Grosso e também, especialmente, no Rio Grande do Sul, seu estado de origem.
Vinicius Paiva da Silva fundou, na década de 1990, junto com o irmão, Victor Paiva da Silva, a VPS – Assessoria e Consultoria, inicialmente na cidade de Bagé. A empresa, cuja sede atualmente está em Vilhena, em Rondônia, tem clientes em Rondônia, Mato Grosso e no Rio Grande do Sul, oferece assessoria empresarial, software de gestão rural, além de oferecer também uma grade de cursos, tanto presencial quanto virtual, destinados a empresários, produtores rurais e profissionais em geral que queiram se aperfeiçoar.
Como especialista em gestão por mais de duas décadas, o consultor já auxiliou seus clientes a passar pelas mais diversas crises que o Brasil vivenciou. Com essa experiência, Vinicius Paiva da Silva acredita que o ano de 2019 traz uma oportunidade ímpar para a classe produtiva nacional, especialmente a Campanha Gaúcha.
"Acredito que começamos uma nova etapa para o Brasil e, por isso, este ano será diferente. Estamos entrando na era da meritocracia. Até o momento, estávamos vivendo uma era em que a malandragem e os contatos próximos com os políticos eram o caminho para se obter sucesso. Este quadro já começou a mudar em 2018 e essa mudança vai se intensificar em 2019", sustenta ao mencionar que uma melhoria "só vai dar certo neste novo cenário quem estiver preparado. Quem não se preparar, não vai conseguir sobreviver.".
Questionado sobre a necessidade de preparação para o período, disse acreditar que "o conhecimento também será fundamental a partir de agora, mais do que nunca".
O profissional, que iniciou a carreira na Rainha da Fronteira, afirma que a região também pode esperar um ano considerado melhor. "O estado do Rio Grande do Sul tem uma história produtiva, com forte vocação para o agronegócio altamente tecnificado e profissionalizado. Como eu disse antes, se a classe produtiva da Campanha gaúcha continuar se preparando, especialmente adquirindo conhecimentos de gestão, poderá aproveitar as oportunidades que estão se abrindo no horizonte. Os produtores rurais gaúchos já têm muito conhecimento técnico da atividade, mas falta, muitas vezes, um conhecimento de gestão. E sem conhecer gestão será difícil conseguir aproveitar as novas oportunidades que se despontam no horizonte a partir deste ano", sustenta.
Natural de Bagé, Silva fez faculdade e mestrado na Universidade Federal de Santa Maria (Zootecnia), e estuda a fundo diversas áreas de conhecimento, como administração, contabilidade, psicologia e filosofia. Adquiriu experiência trabalhando em uma multinacional, sendo professor universitário e prestando consultoria e assessoria tanto na área de produção rural como gestão. Seus primeiros clientes foram da área rural, por todo o Rio Grande do Sul, expandindo depois para empresas urbanas dos mais variados setores. Seu foco, atualmente, é em Liderança e Gestão. Nos últimos cinco anos, abandonou a carreira universitária, mas não a de professor (sua vocação), criando um curso de Liderança e Gestão voltado a empresários, gerentes e todos os cargos de liderança das empresas.


Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...