ANO: 26 | Nº: 6577
29/01/2019 Cidade

Aceguá é o único município da região que não conta com profissional do programa Mais Médicos

Foto: Felipe Valduga

Prefeitura aguarda novo edital
Prefeitura aguarda novo edital
As vagas deixadas pelos cubanos no programa Mais Médicos, ao menos nos municípios da Campanha gaúcha, já foram todas preenchidas. O último edital, lançado em novembro, previa quatro profissionais para Bagé, dois para Candiota, três para Dom Pedrito, um para Hulha Negra, dois para Lavras do Sul e três para Pinheiro Machado. Esses locais contavam com médicos cubanos.
No caso de Aceguá, por outro lado, o último profissional que atuou no município deixou o cargo em agosto do ano passado. Conforme o diretor administrativo da Secretaria de Saúde de Aceguá, Cristian Ott, o município está aguardando novo edital, do governo federal, para suprir a vaga. Ele explica que a médica que lá atuava era brasileira, e que o último edital era somente para locais que tinham médicos cubanos. "Temos uma vaga para substituir e estamos na expectativa que abra novo edital", disse.
Em Hulha Negra, a única vaga foi preenchida há um mês, de acordo com a Secretaria de Saúde da cidade. Em Candiota, os dois postos também já estão com médicos trabalhando. Em Bagé, as quatro vagas foram preenchidas - a cidade conta com outros profissionais para atendimento geral.
O Mais Médicos é um programa federal, lançado em 2013, que tem o objetivo de suprir a carência de médicos nos municípios do interior e nas periferias das grandes cidades do Brasil. Os profissionais selecionados recebem um salário de R$ 11.865,60 por 36 meses, com a possibilidade de prorrogação. As atividades incluem oito horas acadêmicas teóricas e 32 em unidades básicas de saúde.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...