ANO: 25 | Nº: 6335
02/02/2019 Cidade

Cartórios Eleitorais realizam cadastro biométrico de forma mais ágil

Foto: Léo Nunes/especial

Apenas 17,31% dos eleitores bajeenses constam no sistema
Apenas 17,31% dos eleitores bajeenses constam no sistema
Desde outubro de 2015, todo o eleitor do Rio Grande do Sul que procura a Justiça Eleitoral para fazer o seu alistamento, revisar seus dados ou mudar seu domicílio, tem seus dados biométricos coletados. E o verão, período em que o movimento é menor, é a época ideal para procurar o serviço e garantir a atualização do cadastro com atendimento rápido e sem filas.

A Rainha da Fronteira conta com um total de eleitores 91.875. Destes, 15.904 já contam com biometria, representando 17,31% do número de eleitores. Nos municípios da região, Candiota, Hulha Negra e Aceguá, a coleta de dados biométricos já foi finalizada. A previsão é de que o recadastramento biométrico seja concluído em todos os municípios do Estado para as eleições de 2022.

Pedro Kalweit, oficial de cartório da 7ª Zona Eleitoral, relata que a biometria é oferecida aos eleitores que procuram os cartórios para qualquer tipo de procedimento, desde regularização junto à Justiça Eleitoral quanto expedição do primeiro título eleitoral. "Ainda não é obrigatório, mas sempre oferecemos a biometria aos eleitores que procuram o cartório para regularizar alguma situação ou em busca de informações. Se ele tiver o comprovante de residência atualizado, já sai daqui com o cadastro biométrico feito", explica.

Para fazer a biometria, o eleitor deve comparecer à Justiça Eleitoral portando um documento de identidade com foto e um comprovante de residência. O atendimento pode ser agendado pelo site do TRE-RS.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...