ANO: 25 | Nº: 6487
04/02/2019 Cidade

Vigilância detalha como Bagé vai investir R$ 59 mil para controle do Aedes aegypti

Foto: Tiago Rolim de Moura

Valor será utilizado para aquisição de material de trabalho e capacitação dos agentes
Valor será utilizado para aquisição de material de trabalho e capacitação dos agentes

O governo estadual repassou, na semana passada, R$ 59.882,41 para Bagé, visando o desenvolvimento de ações e serviços de saúde durante o período do Verão 2018/2019. Os recursos financeiros são oriundos do Ministério da Saúde, no valor total de R$ 2.473.550,94, destinado para os 232 municípios infestados pelo Aedes aegypti.

Conforme a coordenadora municipal de Vigilância em Saúde, Josiane Parodes, os recursos serão utilizados para o custeio de ações de vigilância da dengue, chikungunya e zika e controle do Aedes aegypti. Ela salienta que o plano de ação prevê a confecção de crachás, aquisição de uniforme e Equipamentos de Proteção Individual (EPI), material de trabalho, bolsas, picaretas, lanternas, tubitos, formulários, planilhas, pipetas e espelhos.

Além disso, está prevista a capacitação de Agentes de Combate às Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e aquisição de um data show. Os recursos já foram transferidos, através dos Fundos Municipais de Saúde.

O cálculo dos valores correspondentes a cada município foi definido de acordo com a renda per capita de R$ 0,49 (calculado a partir da divisão do montante a ser repassado pela soma da população residente dos municípios priorizados), segundo estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2017.

Os valores repassados aos municípios deverão ser empregados na ampliação das ações de campo de vigilância do Aedes aegypti e doenças relacionadas, assim como das demais ações preconizadas, para o período, pelo Programa Nacional de Controle da Dengue.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...