ANO: 25 | Nº: 6431
14/02/2019 Fogo cruzado

Nova tarifa para importação de leite deve garantir competitividade, diz Alceu Moreira

O presidente eleito da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Alceu Moreira (MDB-RS), afirmou, durante reunião do colegiado, na terça-feira, que a tarifa de importação do leite da União Europeia será atualizada para 42,8% até esta quinta-feira. Tal projeção já havia sido mencionada, ontem, pela coluna, a partir de posicionamento de Afonso Hamm, do Progressistas. Moreira informou que a medida foi discutida com os ministérios da Economia e da Agricultura para compensar o fim do direito antidumping do Brasil, vencido no último dia 6.

"O aumento vai considerar a antiga taxa antidumping de 14,8% mais os 28% da atual taxa de importação. A preocupação do produtor é saber que a Europa tem um volume de leite estocado muito grande e apresenta risco iminente de entrar com esse leite no país. Nossa cadeia produtiva não tem volume de escala, possui um custo de produção muito alto", disse.

O presidente da República Jair Bolsonaro anunciou, na tarde de terça-feira, sua proposta pelo twitter. "Comunico aos produtores de leite que o governo, tendo à frente a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, manteve o nível de competitividade do produto com outros países. Todos ganharam, em especial, os consumidores do Brasil", publicou.

Cobrada desde 2001, a taxa antidumping sobre o leite em pó importado já era somada à tarifa de importação do produto. A Nova Zelândia, sobretaxada antes em 3,9%, inicialmente ficará fora da tarifação e será monitorada quanto ao volume de importação.

O deputado Celso Maldaner (MDB-SC) manifestou preocupação com o tema. "Não podemos inviabilizar esse setor tão importante, afinal de contas estamos falando de mais de 1,170 milhão de produtores de leite no nosso país. A FPA sai fortalecida deste processo de construção junto ao governo federal, especialmente, à ministra Tereza Cristina", disse.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...