ANO: 26 | Nº: 6577
14/02/2019 Cidade

Zelador do Cemitério São Martins deixa o local após 25 anos de serviço

Foto: Tiago Rolim de Moura

Chaves acredita que local está muito perigoso para ser cuidado por apenas uma pessoa
Chaves acredita que local está muito perigoso para ser cuidado por apenas uma pessoa
Após 25 anos atuando como zelador do Cemitério São Martins, o servidor público Cedenir da Rocha Chaves, de 57 anos, deixou a função na segunda-feira. Segundo o próprio profissional, que atuará em outra área da estrutura municipal, o motivo para tomar a decisão se deu pois não se considera mais seguro trabalhando sozinho no espaço, que já foi alvo de vários arrombamentos e depredações.

Chaves conta que, há cerca de dois meses, ao chegar em seu local de trabalho, percebeu que a sala onde guardava suas coisas havia sido arrombada e que vários dos materiais foram furtados, incluindo duas máquinas cortadoras de grama, as quais eram de sua propriedade. Além disso, indivíduos cortaram mais da metade dos fios elétricos dos postes que iluminam o local.

Para o zelador, uma pessoa já não é mais o suficiente para cuidar do cemitério. "Pelo menos três funcionários aqui já seria o suficiente, mas um só não tem como", declara.

Conforme informações da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi), um novo profissional já foi solicitado para atender ao cemitério, porém o nome ainda não foi divulgado pelo setor administrativo.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...