ANO: 26 | Nº: 6557
15/02/2019 Segurança

Alunos da Unipampa fazem abaixo-assinado pedindo segurança

Foto: Antônio Rocha

Unipampa fica no bairro MalafaiaEstudantes pedem iluminação, policiamento e câmeras de videomonitoramento
Unipampa fica no bairro MalafaiaEstudantes pedem iluminação, policiamento e câmeras de videomonitoramento

Um grupo de alunos da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) está buscando apoio para um abaixo-assinado on-line pedindo segurança, iluminação e videomonitoramento junto ao campus de Bagé, no bairro Malafaia. No texto, os alunos solicitam para o secretário Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Luís Diego Soares, entre outros tópicos, policiamento contínuo nos dias letivos, das 20h até as 23h20min, que é o último horário do transporte coletivo urbano.

Um dos alunos, que preferiu não ser identificado, falou sobre esse tema. “Na semana passada, seis estudantes, que estavam fazendo uma disciplina de férias, foram vítimas de assalto. Levaram telefones celulares e ameaçaram eles. Uma menina foi agredida e a outra ficou sob a mira de um revólver”, relatou.

O estudante também destacou que, há muito tempo, acontecem tais crimes e até um veículo de o aluno foi alvo de apedrejamento. “Sabemos que a direção da universidade já solicitou policiamento e realmente, algumas vezes, há viaturas no local, mas durante a noite é mais complicado. Ficamos com medo”, destacou.

Outra situação, citada no abaixo-assinado, é a falta de iluminação nos arredores da instituição. “Esse procedimento é para melhorias”, complementou o estudante. O terceiro ponto é sobre as câmeras de videomonitoramento. Na petição, os alunos ressaltam que, baseado no novo contrato que a prefeitura fez com uma empresa de monitoramento por câmeras, solicitam a instalação de tais equipamentos junto ao câmpus. “Não chegamos a marcar reunião, pois acreditamos que essa forma será mais eficaz”, concluiu o estudante.

Em conversa com a reportagem, o secretário Luís Diego Soares destacou que irá auxiliar no pedido para o Policiamento Ostensivo, junto à Brigada Militar. “Isso compete ao comando deles, mas participei de uma reunião com o secretário Estadual de Segurança Pública e solicitamos que alguns soldados, que são de Bagé e querem retornar (à cidade), consigam a transferência, para aumentar o efetivo, que sabemos que tem déficit”, explicou.

Soares ainda destacou que a questão da iluminação pública é com a Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra), mas como o governo é único, irá solicitar e ver tal possibilidade. “A demanda é com eles, posso verificar e sabemos que a iluminação é uma questão muito importante para a segurança. Sabemos que a demanda é enorme em toda cidade, mas será repassado”, garantiu.

Sobre as câmeras de videomonitoramento, o secretário informou que há intenção de que ocorra instalação no local. “A direção da Unipampa já havia nos solicitado e hoje ainda não temos o material disponível, mas temos a intenção de instalar com certeza. Mas não há previsão”, concluiu.

Empresa notificada

Desde o ano passado, a SSM fez um contrato com uma empresa para que instalasse câmeras de videomonitoramento. Contudo, segundo revelado, ontem, por Soares, ainda não houve apresentação do serviço. “Enviamos uma notificação e acreditamos que, em alguns dias, teremos a resposta. Caso ocorra de não ser realizado o serviço, será aberto um processo administrativo e então cancelado o contrato”, complementou o secretário ao destacar que não houve  gasto pela prefeitura e que se a empresa privada não realizar o serviço, será feita nova licitação. 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...