ANO: 26 | Nº: 6541
18/02/2019 Esportes

Nome internacional do bicicross realiza clínica em Bagé

Foto: Yuri Cougo Dias

Pista recebeu reparos no ano passado
Pista recebeu reparos no ano passado

A equipe Rainha da Fronteira de Bicicross abriu o calendário de 2019 em grande estilo. No sábado, com apoio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o grupo realizou uma clínica com Fernando Silveira, atleta que ostenta oito títulos pan-americanos, 10 sul-americanos, 13 brasileiros, 15 estaduais e 10 finais de mundial, além de ser o único brasileiro a liderar o ranking mundial. No domingo, foi a vez da primeira prova oficial do ano.
Para 2019, o cronograma promete ser movimentado. Conforme o presidente da equipe, Vinícius Assumpção, no dia 20 de outubro, Bagé receberá, mais uma vez, etapa do circuito gaúcho de bicicross.
Mas antes de todas as atividades, nada melhor do que promover uma capacitação, ainda mais com um atleta renomado internacionalmente. “A clínica teve como foco mais técnica do que força, pois, como no domingo tinha as corridas, poupei um esforço excessivo”, destaca. Fernando é envolvido com o esporte desde os quatro anos de idade, quando deu suas primeiras pedaladas numa competição, em Capão Novo. Natural de São Leopoldo, com apenas nove anos, já era o terceiro melhor do mundo, em sua categoria. Além do BMX, ele também trabalha como personal de jogadores. Já atendeu, por exemplo, o zagueiro Réver e o meia Anderson. Ele também já foi preparador físico da base da dupla Gre-Nal. E não obstante, é especializado em TI e trabalha com a administração de um software.
Em relação ao momento do bicicross brasileiro, Fernando acredita numa evolução para a Olimpíada de 2024. “Para Tóquio, em 2020, acho difícil. Estou sempre na luta e questiono as organizações dos comitês olímpicos. Creio que o dinheiro não tinha que vir direto para o atleta, mas para o esporte. Não adianta ele ter o dinheiro se não tem como aplicar. A pista de Bagé é ótima. Sei que passou por reforma pelo poder público. Precisa dessa integração. E o bicicross é um esporte muito familiar. Gera muito alcance”, finaliza.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...